Aqui se faz, AQUI SE DOA!

By Instituto MOL

Listen to a podcast, please open Podcast Republic app. Available on Google Play Store.


Category: Non-Profit

Open in Apple Podcasts


Open RSS feed


Open Website


Rate for this podcast

Subscribers: 3
Reviews: 0

Description

Podcast sobre cultura de doação, produzido pelo Instituto MOL em parceria com o Movimento Bem Maior. Toda semana, os empreendedores sociais Artur Louback e Roberta Faria apresentam personagens importantes do cenário da filantropia no Brasil, jogam luz sobre números e fatos relacionados ao tema e sugerem opções criativas e inovadoras de fazer boas ações. Toda terça-feira, um novo episódio no ar.

Episode Date
#3 - Descubra sua Causa: A Proteção
639

Quem tem um amigo, tem tudo – já dizia Emicida. E quem tem um melhor amigo de quatro patas, sabe bem o quanto esta frase faz sentido. O amor pelos bichanos pode ser tão intenso, que até a ciência busca explicar essa relação de afeto entre humanos e seus pets, mas não só os seus, quem tem A Proteção como causa, transborda este afeto a todos os animais.

E quem nos conta como essa paixão é capaz de mexer com nosso coração é  Raquel Facuri, Diretora de Marketing  e cofundadora da Ampara Animal, organização da sociedade civil que há 12 anos cuida de cães e gatos abandonados ou vítimas de maus-tratos, distribuindo suprimentos para mais de 530 abrigos, protetores e ONGs parceiras. A organização também atua na proteção de animais silvestres, desde 2016, reabilitando e reinserindo na natureza, animais atingidos pelas queimadas no Pantanal.

E ouvimos também a Adriele Machado, voluntária da ONG SOS Gatinhos do Parque, organização que atua há 20 anos no Parque Municipal em Belo Horizonte – local que concentra grande quantidade de animais abandonados.

Este podcast é uma produção do Instituto MOL com apoio do Movimento Bem Maior e Instituto Mandarina. Produção, roteiro e coordenação de Ana Ju Rodrigues, design de Gláucia Ribeiro e apresentação de Júlia Cunha.

Siga nas redes: @descubrasuacausa.

Para saber mais:

Ampara Animal: https://amparanimal.org.br/

SOS Gatinhos do Parque: https://www.instagram.com/sosgatinhosdoparque/

Feb 02, 2023
#2 - Descubra sua Causa: A Luta
813

Um mundo onde são garantidos os direitos iguais e proteção de populações minorizadas: mulheres, negras e negros, LGBTQIA+, refugiados e imigrantes é um sonho que muitas organizações e ativistas lutam para que se torne realidade. 

A Luta, a causa do episódio de hoje, traz um papo com Fernando Rangel, diretor executivo do Refúgio 343, organização humanitária, dedicada à reinserção socioeconômica de refugiados e migrantes. Em três anos de atuação, mais de mil e trezentas famílias já foram acolhidas pela ONG, que além do abrigamento, recebem capacitação, apoio na regularização migratória e inserção na comunidade. 


E com Ângelo Castro, captador de recursos da Casa 1, organização que promove o acolhimento para a população LGBTQIAP+ e atua na promoção da dignidade humana e bem estar social de todas as pessoas de forma ampla e gratuita.

Este podcast é uma produção do Instituto MOL com apoio do Movimento Bem Maior e Instituto Mandarina. Produção, roteiro e coordenação de Ana Ju Rodrigues, design de Gláucia Ribeiro e apresentação de Júlia Cunha. 


Siga nas redes: @descubrasuacausa. 


Para saber mais:


Refúgio 343: https://refugio343.org/


Casa 1: https://www.casaum.org/

Jan 26, 2023
#1 - Descubra sua Causa: A Semente
715

Garantir uma infância saudável, com acesso à educação, cultura, esporte e lazer é oferecer um futuro melhor às crianças e adolescentes. Como uma semente, que precisa de um ambiente favorável para se desenvolver, os pequenos que seus direitos básicos sejam garantidos – e é esta a luta da causa de hoje, A Semente!


Neste episódio, conversamos com Juliana Mamona, coordenadora de marketing da Fundação Abrinq, organização da sociedade civil criada em 1990 e que atua com projetos em diferentes áreas para  garantir educação de qualidade, acesso à saúde, proteção contra a violência, o trabalho infantil e diferentes tipos de fragilidades. 


E falamos também com Alanna Mangueira, jovem ativista conta como a sua história de vida, a partir da experiência de seus pais, a levou a lutar pelos direitos das crianças e adolescentes, ressignificando a sua trajetória e a de centenas de jovens. 

Este podcast é uma produção do Instituto MOL com apoio do Movimento Bem Maior e Instituto Mandarina. Produção, roteiro e coordenação de Ana Ju Rodrigues, design de Gláucia Ribeiro e apresentação de Júlia Cunha. 


* Participação especial de Jorge Rodrigues Brasil, que nos explica o que são os direitos das crianças e dos adolescentes. 


Siga nas redes: @descubrasuacausa. 


Para saber mais: 


Fundação Abrinq: https://www.fadc.org.br/

Alanna Mangueira: https://www.linkedin.com/in/alanna-mangueira-6a4205206/

Jan 19, 2023
#teaser - Vem aí: Descubra sua Causa
199

Todo mundo tem uma causa que toca seu coração.

Seja por uma experiência pessoal, seja pela empatia, uma coisa é certa: em algum momento da vida você se viu motivado a lutar por um mundo melhor.

Nesta série especial, vamos investigar o que move as pessoas a se envolverem com cada uma delas e te ajudar a descobrir qual é a sua causa! Em dez episódios, vamos conhecer como é o trabalho das ONGs que atuam em diferentes frentes e quem são as pessoas que dedicam suas vidas às causas sociais.

E antes de começar, te convidamos a acessar o Descubra sua Causa em www.descubrasuacausa.net.br , fazer o teste e embarcar conosco nesta jornada!

Este podcast é uma produção do Instituto MOL com apoio do Movimento Bem Maior e Instituto Mandarina. 
Produção, roteiro e coordenação de Ana Ju Rodrigues, design de Gláucia Ribeiro e apresentação de Júlia Cunha.

Siga nas redes: @descubrasuacausa.

Jan 12, 2023
#80 - Qual é a sua causa?
2831

As causas que escolhemos para apoiar dizem muito sobre quem nós somos e são parte da construção da nossa identidade. É como a roupa que se veste, a música que se ouve. É como nos colocamos no mundo.

E ver-se como membro de um grupo maior é, ainda, um aspecto essencial da identidade de uma pessoa. Descobrir a sua causa é também um caminho de fortalecimento da cultura de doação – entendemos que assim é muito mais prazeroso se envolver com as mudanças que o mundo precisa, em diferentes frentes, para assim, conscientizar, engajar, mobilizar a sociedade em benefício da transformação social.

Dito tudo isso, queremos saber: qual é a sua causa?

No último episódio da segunda temporada do podcast, convidamos o cientista político Leandro Machado, cofundador e sócio da Cause – consultoria que trabalha para conectar causas e empresas para refletir como a conexão com as causas que apoiamos são necessárias para a atuação transformadora na sociedade .Ouvimos o depoimento do Marcelo de São Paulo, mais conhecido como Marcelinho Protetor, que se dedica desde a adolescência à causa de proteção aos animais.

Rafa Carvalho explica no Glossário o que são os movimentos sociais e Duda Schneider traz mais uma opção de produto social, no quadro Merchan do Bem.

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL com apoio do Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com a divulgação do Infomoney.

Gostou? Compartilhe e vamos juntos espalhar a cultura de doação por aí!

Site: www.institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

Aug 16, 2022
#79 - Como os povos originários enxergam a doação?
2643

As reivindicações dos povos originários para terem seus direitos respeitados não são um assunto novo, e os inúmeros problemas foram agravados nos últimos anos. Além da perda cada vez maior de seus territórios, as violações passam por preconceito, agressão e falta de acesso à saúde e outros serviços públicos essenciais. Os desafios atuais fizeram com que diferentes etnias indígenas passassem a se mobilizar ainda mais nas esferas política e social, em busca de soluções que vão além de apoios emergenciais.

No Dia Internacional dos Povos Indígenas, o que podemos aprender com os povos originários sobre as práticas de doação e o que podemos fazer para fortalecer suas causas, que afinal, dizem respeito a todos nós?

Neste episódio conversamos sobre a doação na perspectiva dos povos originários de diferentes etnias e entrevistamos Kleber Karipuna, liderança indígena do povo Karipuna do Amapá, atuante na luta do movimento indígena há mais de 20 anos e coordenador de projetos da Apib - Articulação dos Povos Indígenas do Brasil e liderança de base da Coiab - Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira.

Rafa Carvalho explica no Glossário porque devemos utilizar o conceito indígena quando nos referimos aos povos originários e Duda Schneider apresenta mais uma opção de produto social, no quadro Merchan do Bem.

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL com apoio do Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com a divulgação do Infomoney.

Gostou? Compartilhe e vamos juntos espalhar a cultura de doação por aí!

Site: www.institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

Aug 09, 2022
#78 - Como a mídia pode fortalecer a cultura de doação?
2809

A doação, o trabalho das organizações da sociedade civil e a filantropia como um todo são temas de interesse público e que merecem a atenção da grande mídia, não apenas em momentos de emergência. No entanto, nem sempre esses assuntos ganham visibilidade em TVs, jornais e portais online.


Para responder a pergunta: como a mídia pode fortalecer a cultura de doação?, entrevistamos Rafael Marques, supervisor executivo de valor social da Rede Globo. Além de atuar na gestão de programas como o Criança Esperança, ele foi um dos fundadores da plataforma Para Quem Doar? – que facilita a vida dos doadores, ao apresentar uma série de projetos sociais que existem pelo Brasil. Conversamos também com o comunicador Paulo Lima, criador e diretor-executivo do projeto Viração Educomunicação.


Rafa Carvalho explica o conceito do agenda setting no Glossário e a Duda Schneider deixa a dica de produto social da Creamy – marca de dermocosméticos que apoia diferentes projetos sociais brasileiros.


Também rolou durante o episódio spoiler de dois importantes projetos do Instituto MOL para fortalecer e reconhecer a atuação dos jornalistas para a cultura de doação!
Em breve atualizaremos com mais novidades ;)

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL com apoio do Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com a divulgação do Infomoney.

Gostou? Compartilhe e vamos juntos espalhar a cultura de doação por aí!

Site: www.institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

Aug 02, 2022
#77- Como a doação é retratada pela cultura pop?
1820

A vida imita a arte ou a arte imita a vida? As reflexões de Aristóteles e Oscar Wilde estão aí há tempos cruzando nossos caminhos. E quem nunca se imaginou como um personagem de uma história de cinema?

Os filmes que vimos, livros que lemos e músicas que ouvimos durante a vida têm grande influência em nossa formação intelectual e também em nossa personalidade.

Neste episódio especial, Roberta Faria e Artur Louback trazem uma lista de produções audiovisuais que abordam o tema da doação em seus enredos. Com a contribuição de vários colegas do terceiro setor, que participam do Movimento por uma Cultura de Doação, procuramos refletir sobre como a doação é retratada na ficção. Quais obras estão sempre no topo da lista quando o assunto é doação e solidariedade?

Rafa Carvalho e Duda Schneider também compartilham suas dicas e, logo abaixo você confere os títulos citados no episódio e onde encontrá-los.

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL com apoio do Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com a divulgação do Infomoney.

Gostou? Compartilhe e vamos juntos espalhar a cultura de doação por aí!

Site: www.institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br



Filmes e séries citados no episódio:

1. Novela Celebridade - disponível no Viva

2. Seaspiracy - Netflix

3. Dopesick - Star +

4. Aruanas - Globo Play

5. The Specials - Telecine

6. O menino que descobriu o vento - Netflix

7. A Vida e a História de Madam C.J. Walker - Netflix

8. Corrente do Bem - HBO Max

9. O Presente - Prime Video

10. Ted Lasso - Apple Tv

11 - Batman - HBO Max

12 - Iron Man - Disney +

13 - Selena + Chef - HBO Max

14 - Fortuna - Apple Tv

15- Patch Adams - Netflix

16 - Tropa de Elite - Star +

Jul 26, 2022
#76 - A cultura precisa de doação?
2992

Em um país com necessidades tão urgentes como o Brasil, parece ser mais justo destinar doações a causas como o combate à fome, acesso à saúde ou à defesa dos direitos de grupos marginalizados. Mas, como já disseram os Titãs: “a gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão e arte”. Fomentar a cultura e a memória é um dos caminhos para reduzir a desigualdade e estimular a cidadania. Afinal, uma sociedade que conhece seu passado, compreende suas origens e tem a chance de reparar erros históricos.

Para entender melhor sobre isso, conversamos com a Daniele Torres, museóloga e sócia da Companhia da Cultura, empresa que desenvolve projetos culturais e faz captação de recursos, e do Cultura e Mercado, site especializado e escola de gestão cultural. Falamos também com Fábio Bibancos, fundador e presidente da ONG Turma do Bem e que está à frente do projeto do Museu Brasileiro da Pandemia.

No Glossário, Rafa Carvalho explica o que é o mecenato cultural e Duda Schneider traz mais uma dica de produto social no Merchan do Bem.

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL com apoio do Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com a divulgação do Infomoney.

Gostou? Compartilhe e vamos juntos espalhar a cultura de doação por aí!

Site: www.institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

Jul 19, 2022
#75 - Como taxar grandes fortunas para a justiça social?
2591

Um novo relatório da Oxfam, lançado durante o último Fórum Econômico Mundial, revelou que mais de 250 milhões de pessoas correm o risco de caírem na extrema pobreza em 2022. Enquanto isso, a fortuna dos bilionários aumentou o equivalente a 23 anos em apenas dois. O documento cobra a implantação de medidas tributárias que incluam a taxação de grandes fortunas.

O debate é mundial. Aqui no Brasil, dezenas de projetos de lei para instituir um Imposto sobre Grandes Fortunas nunca saíram do papel. Mas taxar grandes fortunas é a solução? Como isso funcionaria na prática?

Para falar sobre o tema, conversamos com Jefferson Nascimento, Coordenador de Pesquisa e Incidência em Justiça Social e Econômica da Oxfam Brasil.

No Glossário, a Rafa Carvalho traz um panorama sobre a taxação de grandes fortunas pelo mundo: como funcionam? são medidas efetivas? E no Merchan do Bem, a Duda Schneider traz mais uma dica muito interessante de produto social.

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL com apoio do Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com a divulgação do Infomoney.

Gostou? Compartilhe e vamos juntos espalhar a cultura de doação por aí!

Site: www.institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

Jul 12, 2022
# 74 - Precisamos de leis para doar mais?
2320

A doação no Brasil ainda encontra entraves na legislação que impõe tributos e burocracias que dificultam e desmotivam doadores em potencial. Apesar dos avanços, como casos de isenção da tributação em doações pós-morte, a regulamentação dos endowments e fundos patrimoniais, entre outros exemplos, há muito a fazer para que a cultura de doação entre em pauta nas leis e planos do governo.

Nesse contexto, como o advocacy pode impulsionar as mudanças? Quais são as principais pautas e reivindicações do setor que poderiam alavancar as doações? Será que precisamos mesmo de mais leis para que as pessoas doem mais?

A advogada Aline Viotto, que atuou no terceiro setor como coordenadora da área de advocacy do Grupo de Instituições, Fundações e Empresas (GIFE), explica em detalhes como funciona o advocacy e Luciana Quintão, presidente da ONG Banco de Alimentos traz a experiência da instituição sobre como este trabalho ajuda influenciar o poder público no avanço de projetos de lei que visem a erradicação da fome.

No Glossário, Rafa Carvalho tira a dúvida: advocacy é a mesma coisa que lobby? E Duda Schneider traz mais uma dica de produto social no Merchan do Bem.

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL com apoio do Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com a divulgação do Infomoney.

Gostou? Compartilhe e vamos juntos espalhar a cultura de doação por aí!

Site: www.institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

Jul 05, 2022
#73 - Os jovens vão salvar o mundo?
2315

Pesquisas apontam que a Geração Z está envolvida em temas sociais, preocupada com a diversidade, com o consumo consciente e em “resolver agora os problemas que as gerações mais velhas deixaram”. Porém, apesar de serem experts em mobilização por meio das redes digitais, ainda são a minoria entre os voluntários brasileiros e doam menos em relação às gerações anteriores.


Mas como engajar e não tornar o papo sobre cultura de doação cringe demais para eles? Como estimular o protagonismo utilizando a linguagem digital? Quais são os desafios e caminhos para o terceiro setor até que os mais jovens realmente mudem o mundo? 


Quem nos ajuda com essa reflexão é Edgar Gouveia Jr., professor e idealizador da Jornada X que atua com o protagonismo de jovens para engajar a comunidade escolar. E ouvimos a experiência da jovem Lívia Maria Souza, que criou o projeto Levanta Jovem, uma mentoria para desenvolver a liderança e o espírito empreendedor em jovens da sua cidade, Capanema, no Pará.


No Glossário, Rafa Carvalho traz a definição sobre a GenZ e a Duda Schneider dá a dica de produto social no Merchan do Bem. 


—-


Esse podcast é uma realização do Instituto MOL com apoio do Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com a divulgação do Infomoney.

Gostou? Compartilhe e vamos juntos espalhar a cultura de doação por aí!

Site: www.institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

Jun 28, 2022
#72 - Produtos compre-e-doe valem a pena?
2381

O consumidor está cada vez mais atento ao impacto que suas decisões de compra são capazes de causar – ao planeta, às causas que apoia, aos valores que defende. É nesse contexto que iniciativas como os produtos compre-e-doe ganham espaço nas prateleiras (e no coração) dos brasileiros ao unir consumo e doação, criando novas possibilidades de contribuir com a transformação social.

E para mostrar o que são os produtos sociais e como o mercado brasileiro tem trabalhado essa modalidade, o Instituto MOL lança seu primeiro Guia MOL de Produtos Sociais 2021 - 2022, uma publicação inédita, que avalia 50 produtos sociais de diferentes marcas, vendidos entre janeiro de 2020 e julho de 2021.

Nesse episódio especial, recebemos o professor e empreendedor social, fundador da LT For Good, Daniel Tubenchlak para conversar conosco sobre produtos sociais, marketing atrelado às causas e a importância do Guia MOL de Produtos Sociais para empreendedores, estudantes e profissionais do terceiro setor.

Baixe o Guia MOL de Produtos Sociais e venha com a gente nessa conversa: http://guiadeprodutossociais.institutomol.org.br/

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL com apoio do Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com a divulgação do Infomoney.

Gostou? Compartilhe e vamos juntos espalhar a cultura de doação por aí!

Site: www.institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

Jun 20, 2022
#71 - A política merece sua doação?
2096

As eleições no Brasil se aproximam e pré-candidatos podem angariar recursos de pessoas físicas por meio de plataformas de crowdfunding para suas campanhas. A modalidade foi regulamentada pela reforma eleitoral de 2017 e de acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral, nas duas últimas eleições foram arrecadados mais de R$ 35 milhões por meio do financiamento coletivo.


 Apesar de não ser novidade, o tema desperta algumas dúvidas. Como funciona o financiamento de campanhas políticas? Quais as implicações e quais os aspectos que merecem a atenção do cidadão que pretende doar? A política merece a sua doação?

Para nos ajudar a entender essas questões, conversamos com Thiago Rondon, fundador da App Cívico, uma empresa que trabalha com tecnologias para o engajamento civil e criadora da plataforma Voto Legal. Ouvimos também a experiência de Pedro Fonseca, escritor e educador parental, fundador da Rede Amparo que encontrou nas plataformas digitais de financiamento político uma forma de apoiar a candidatura eleitoral com a qual tem afinidade.

No Glossário, Rafa Carvalho nos ajuda a entender o que é o financiamento político e como ele se desenvolveu ao longo da história. Duda Schneider traz o projeto O Nosso Encontro Orgulho, uma parceria da C&A com empreendedores LGBTQIAP+.

—-

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL com apoio do Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com a divulgação do Infomoney.

Gostou? Compartilhe e vamos juntos espalhar a cultura de doação por aí!

Site: www.institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

Jun 14, 2022
#70 - Mala direta ainda funciona para captar doações?
1949

Mala direta, telemarketing, jantares e bazares beneficentes, sorteios e rifas… Por um instante você pode pensar que estamos nos anos 2000, só que não. Old but gold, as estratégias de captação “das antigas” seguem firmes e fortes e representam uma boa fatia da arrecadação de recursos de grandes organizações da sociedade civil.


E quem compartilha conosco essa história, a evolução das ferramentas, o comportamento do doador e nos apresenta dados da captação por meio dessas estratégias é a Tammy Allersdorfer, Superintendente de Desenvolvimento Institucional do GRAACC — uma das instituições com maior arrecadação de doações do país.

—-

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL com apoio do Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com a divulgação do Infomoney.

Gostou? Compartilhe e vamos juntos espalhar a cultura de doação por aí!

Site: www.institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

Jun 07, 2022
#69 - Quem é o voluntário brasileiro?
2682

 O trabalho voluntário leva as pessoas a conhecerem outra realidade e as inspira a ser ainda melhores. São constatações obtidas com a Pesquisa Voluntariado no Brasil 2021, coordenada pela Silvia Naccache e produzida pelo IDIS e Instituto Datafolha. O estudo, que já está em sua terceira edição, é o tema do episódio #69, que convidou a pesquisadora para falar mais sobre o perfil dos voluntários no Brasil e engajar mais pessoas a participarem desse tipo de ação. Falamos também com a Raísa Martins Gomes, coordenadora do Instituto C&A, sobre a experiência de 30 anos do programa de voluntariado da empresa.

No Glossário, a Rafa Carvalho apresenta uma definição do que é o termo voluntário, e no quadro Merchan do Bem, a Duda Schneider conta sobre a campanha #wechange2gether — criação da medalhista paralímpica de vôlei sentado, Luiza Fiorese, e as marcas WeNutz, foodtech plant based, e Shop2gether, uma sandália fashion e inclusiva em parceria com a Change2Gether, no qual o lucro da venda será revertido para o Grupo de Apoio aos Portadores de Câncer de Cachoeiro de Itapemirim (GAPCCI).

Para conferir a Pesquisa do Voluntariado no Brasil 2021, acesse: https://pesquisavoluntariado.org.br/

----

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL com apoio do Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com a divulgação do Infomoney.

Gostou? Compartilhe e nos ajude a espalhar a cultura de doação por aí!

Site: www.institutomol.org.br

Instagram: @InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

May 31, 2022
#68 - Precisamos falar sobre colaboração
2501

Já é lugar comum dizer que a pandemia da covid-19 sacudiu as estruturas econômicas, políticas e sociais do mundo inteiro. O futuro, que já não é mais como era antigamente, aponta que a colaboração é um dos ingredientes fundamentais para encarar os desafios estruturais e urgentes que se apresentam. “Juntos somos mais fortes” parece ser o slogan ideal para o terceiro setor, mas será que é tão simples assim? Como se dá a colaboração entre setores tão diferentes? Quais as responsabilidades de cada um? Por que é tão difícil agir em conjunto?

Para iluminar essas e outras questões, conversamos com Erika Sanchez Saez, diretora-executiva do Instituto ACP. Ela é autora da publicação Filantropia Colaborativa, que faz parte da série Temas do Investimento Social do GIFE (Grupo de Institutos, Fundações e Empresas). 

No Glossário, Rafa Carvalho explica o que é a Filantropia Colaborativa e a Duda Schneider traz mais uma dica de produto social no quadro Merchan do Bem: camisetas que tem as vendas revertidas para o reflorestamento da Mata Atlântica.
 
 Para saber mais sobre Filantropia Colaborativa, acesse: https://filantropiacolaborativa.gife.org.br/

-----

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL com apoio do Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com a divulgação do Infomoney.


Gostou? Compartilhe e nos ajude a espalhar a cultura de doação por aí!

Site: www.institutomol.org.br
Instagram: instagram.com/InstitutoMOL
E-mail: contato@institutomol.org.br

May 24, 2022
#67 - Como atrair grandes doadores?
2411

Grandes doações, como a feita por Mackenzie Scott e que beneficiou 16 ONGs brasileiras, agitaram o terceiro setor nas últimas semanas. Dos US$ 3,8 bilhões doados, US$ 17 milhões foram destinados à organizações sociais brasileiras.


Mas não só o grande montante doado a projetos em diferentes áreas de atuação chamou a atenção de todos. A doação sem indicações de como, quando e onde o dinheiro será aplicado é, em partes, inovadora por aqui. Afinal, o modelo irrestrito de investimento em organizações, independente de projetos, ainda não é tão comum no Brasil.

E são essas informações que nos levam às “perguntas de milhões” (ou melhor, bilhões): o que as organizações sociais devem fazer para entrarem no radar das grandes doações? Existe realmente alguma estratégia a seguir? Ou será mais justo o caminho inverso – no qual filantropos e investidores sociais são os que devem estar atentos às necessidades das organizações e causas para apoiá-las?

Quem traz essa reflexão e fala sobre os caminhos e tendências das grandes doações mundiais e como isso impacta o terceiro setor no Brasil é Mariana Almeida, superintendente da Fundação Tide Setubal, entrevistada desse episódio.


 No Glossário, a Rafa Carvalho explica o que é Investimento Social Privado e Duda Schneider fala sobre a parceria da Farm com as mulheres indígenas Yawanawa no Merchan do Bem.

-----------

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL com apoio do Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com a divulgação do Infomoney.

Gostou? Compartilhe e nos ajude a espalhar a cultura de doação por aí!

Site: www.institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

May 17, 2022
#66 - Solidariedade seletiva: o que move um doador?
2373

É comum percebermos que cada causa tem uma relevância para a gente, não é mesmo? Mas a mídia acaba tendo um papel importante quando o assunto é pautado massivamente em noticiários, como é o caso da Guerra da Ucrânia, que tem atraído muitos doadores e pessoas se sensibilizando com os problemas enfrentados pelos ucranianos. Com isso, o país passou a receber muita ajuda financeira, abertura de fronteiras para os refugiados, maior apoio militar, além da visibilidade midiática. Porém, só em 2022, já existem, aproximadamente, mais 28 conflitos ou violentos combates armados, segundo dados do Armed Conflict Location & Event Data Project (ACLED), projeto que mapeia a violência política e protestos em todo o mundo.

Para tratar sobre o setor privado do Alto Comissariado Unidas para Refugiados (ACNUR), Samantha Federici. A Rafa Carvalho nos ajuda a entender mais teoricamente, no Glossário, os termos solidariedade mecânica e orgânica.

Também trouxe neste episódio conversa com a psicóloga Moreti Neves do ambulatório de cuidados paliativos do Hospital São Francisco Assis, sobre um projeto importante de busca aos pacientes com câncer E no quadro, Merchan do Bem, a Duda Schneider trouxe uma parceria entre a Korui e o projeto Dona do fluxo menstrual, que visa promover a parceria menstrual das mulheres.

---

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio do Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney .

Gostou? Compartilhe e espalhe uma cultura de doação por ai!

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

May 10, 2022
#65 - Toda doação é bem-vinda?
2558

Já parou para pensar que nem toda doação recebida por uma instituição é de fato bem vinda?

É comum acharmos que todas as entidades sempre estarão de portas abertas para receberem todas as doações. Em partes é verdade, mas existem algumas instituições que trabalham de forma mais seletiva quanto às doações, como é o caso do Greenpeace. Geralmente, o motivo para restringir a contribuição tem a ver com algumas regras claras sobre com quem a ONG pode trabalhar.

Muitas vezes uma recusa de doação costuma partir de uma questão moral ou de conflito de interesses. Aquele dinheiro pode vir de uma atividade que piora justamente um problema que a instituição busca combater. Ou então a empresa ou pessoa pode ter diversas questões éticas ou até criminais que tornam essa doação problemática. Em outros casos, ela pode não estar alinhada com os objetivos da empresa ou até ser complicada demais para obter.

No episódio de hoje, Roberta Faria e Vanessa Henriques conversam com Carolina Pasquali, diretora-executiva do Greenpeace no Brasil para tratar sobre o tema de restrição a determinadas ações. No Glossário, a Rafa Carvalho, não explica o que é captação de recursos e Duda Schneider trouxe no Mechan do Bem, o projeto Dê um Abracinho

Manifesto FRIDA: https://youngfeministfund.org/pt/dinheiro-e-questao-politica/


---

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio do Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney .

Gostou? Compartilhe e espalhe uma cultura de doação por ai!

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br


May 03, 2022
#64 Garantindo futuros: a importância do grantmaking
2064

Em 2020, o Censo GIFE revelou que o volume doado por organizações para terceiros foi maior do que o utilizado em iniciativas próprias, com aumento de 105% em relação ao levantamento anterior e com volume de R$ 2,5 bilhões em investimentos. Os números demonstram que a prática do grantmaking é uma tendência muito interessante para o terceiro setor brasileiro, e que pode garantir o futuro de projetos e instituições a longo prazo.


Mas o que é grantmaking? Quais as vantagens dessa prática? Como garantir que esses números continuem crescentes e consolidem a colaboração entre organizações com interesses em comum? 


Para nos ajudar a esclarecer tudo isso (e mais!), convidamos Richard Sippli, coordenador de relações institucionais do Movimento Bem Maior. Falamos também com Ronaldo Silvestre, fundador e presidente do Instituto ITI.


No glossário, a Rafa Carvalho vem para traduzir o conceito e facilitar nosso entendimento e Duda Schneider traz mais uma dica bacana de produto social no Merchan do Bem, a parceria entre as marcas Hering e Fábula, com a coleção Fala, bicho!


-------------------


Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com Apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com a divulgação do Infomoney . Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

 

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

Apr 26, 2022
#63 Decolonizando a filantropia
2547

Talvez você ainda não tenha ouvido falar em decolonização, mas certamente esse tema entrará na pauta das conversas. É um termo que já tem sido estudado há algum tempo e envolve alguns conceitos difíceis. Você sabe do que se trata e qual sua relação com a filantropia?

 

Se sua resposta for não, vem conferir o papo que batemos com Cássio Aoqui e Jéssica Gonçalves, ambos da ponteAponte, uma consultoria com foco em qualificar o investimento social, que vão explicar tudinho para você!

 

No quadro Glossário, a Rafa Carvalho traz para a gente dois termos: pensamento decolonial e colonialidade do poder. E na coluna Merchan do Bem, a Duda Schneider indicou uma recomendação vinda de um dos nossos ouvintes, a Euzaria.

---

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney.

Gostou? Compartilhe e espalhe uma cultura de doação por ai!


Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br 

Apr 19, 2022
#62 NFT e criptomoedas: o que a doação tem a ver com isso?
2128

Você já deve ter ouvido falar de blockchain, criptomoeda, metaverso, e principalmente a palavra da vez: o NFT, não é mesmo? O futuro, que era logo ali, está mais aqui do que nunca! 


Consegue imaginar “levar pra casa” um capacete virtual arrematado em um leilão beneficente feito no metaverso?  Ou comprar um tênis exclusivo, que nunca poderá ser calçado, mas que tem sua arrecadação revertida para uma organização social? Parece filme de ficção científica, mas o fato é que o mercado dos criptoativos está em crescente expansão e suas infinitas possibilidades podem dar a pista sobre qual é o futuro das doações no Brasil e no mundo. 


Mas, apesar de tudo parecer incrível, as dúvidas são muitas: qual a aplicação prática de tudo isso? Quais são os riscos? Como o terceiro setor pode aproveitar as novidades para captar mais recursos para suas causas? Dá para combater problemas bem reais com ativos virtuais? 


Ufa, tantas perguntas!


Para nos ajudar a entender tudo isso e a olhar para os novos caminhos, entrevistamos Lucas Cardeal, CEO e fundador da empresa de tecnologia e blockchain Lunes, e um dos responsáveis pela estruturação do Instituto Dadivar para se tornar um hub digital de venda de tokens e doações em blockchain. A Rafa Carvalho traz mais um termo para o nosso glossário e nos explica a origem, o que são e quais os rumos dos criptoativos. 


Falamos também com a artista plástica mato-grossense, Dayana Trindade , que conta um pouco sobre sua primeira coleção de obras em NFT, o projeto Mulheres Brasileiras. E no Merchan do Bem, Duda Schneider indica a nova coleção da Havaianas em parceria com o Gerando Falcões, a Quebrada Cria. Com ilustrações de jovens da comunidade atendida pelo projeto, além de ter parte da renda revertida para a organização, as sandálias são vendidas a preços acessíveis nas regiões onde vivem esses artistas, oferecendo assim mais visibilidade e ampliando a presença das obras nas comunidades.


---

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!


Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

Apr 12, 2022
#61 Como ser influencer da doação?
2193

Cada vez mais, pessoas são impactadas por influenciadores digitais na hora de fazer uma compra. De acordo com uma pesquisa da Nielsen, um anúncio feito por um influenciador é lembrado por 66% dos consumidores, enquanto anúncios tradicionais são lembrados por apenas 36% das pessoas. Mas será que só empresas podem se utilizar dessa estratégia? E se as organizações sociais começassem a se valer mais da fama e da credibilidade de influenciadores para divulgar sua causa e arrecadar recursos? Será que vale a pena? Para falar sobre influenciadores no mundo das doações e sobre outras estratégias de arrecadação, recebemos André Soler, fundador da SP Invisível, e também conversamos com Ruy Fortini, fundador da Doare.

A Rafa Carvalho explica no glossário como funciona a doação entre pares (peer to peer), e a Duda Schneider indicou no Merchan do Bem a colab Mindset+Reorder à venda na C&A.

---
Saiba mais sobre a SP Invisível: https://www.spinvisivel.org/ e https://www.instagram.com/spinvisivel/
Perfil André Soler: https://www.instagram.com/andre.soler/

---
Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!


Site: institutomol.org.br
Instagram: instagram.com/InstitutoMOL
E-mail: contato@institutomol.org.br

Apr 05, 2022
#60 Negócio de impacto social é OSC?
2319

Tem sido cada vez mais comum ver empresas que oferecem produtos e serviços com o objetivo de gerar soluções para problemas sociais e ambientais e, ao mesmo tempo, gerar lucro. Além de vender, elas doam, reciclam, reflorestam, capacitam, empregam pessoas em situação de vulnerabilidade, entre outras diversas ações — porque um leque muito grande de desafios demanda diversidade de soluções. Essas iniciativas estão inseridas no chamado "setor 2.5", porque apresentam características tanto do Segundo Setor, que tem como foco o retorno financeiro, quanto do Terceiro Setor, que são as organizações sem fins lucrativos, com foco em gerar impacto socioambiental. 


Mas será que dá mesmo pra juntar esses dois fins em um negócio só? Esse foi o tema da entrevista com Rodrigo Cavalcante, CEO da Phomenta, e também do glossário da Rafa Carvalho. Ouvimos também a Mariana Fonseca, cofundadora da Pipe.Social. No Merchan do Bem, a Duda Schneider indica o azeite Andorinha que reverte doações para o projeto Revoa, que apoia empreendedores sociais.


---
Links mencionados no episódio:

Reportagem da Agência Aupa sobre a história dos negócios sociais: https://aupa.com.br/uma-possivel-historia-dos-negocios-de-impacto/
Podcast do Impacto: https://www.portaldoimpacto.com/podcast
Mapa de Impacto de Negócios Sociais e Ambientais da Pipe.Social: https://mapa2021.pipelabo.com/downloads/3_Mapa_de_Impacto_Relatorio_Nacional.pdf

---

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!


Site: institutomol.org.br
Instagram: instagram.com/InstitutoMOL
E-mail: contato@institutomol.org.br

Mar 29, 2022
#59 Por um calendário mais colorido
1600

Vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, azul escuro e roxo. Se você pensou nas cores do arco-íris, acertou! Mas além disso, são também algumas das cores que pintam o calendário de campanhas de conscientização sobre causas.  Nesse episódio convidamos alguns representantes dessas causas coloridas para nos explicar como as campanhas são realizadas.

Ouvimos a Luciana Holtz, fundadora e presidente do Oncoguia e o Gustavo San Martin, diretor executivo da AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose. Além da Verônica Stasiak, fundadora e diretora executiva do Unidos pela Vida - Instituto Brasileiro de Atenção à Fibrose Cística e da Cristiany de Castro, diretora social da Federação das Apaes do Estado de São Paulo. Por fim, estiveram com a gente o José Aurélio Ramalho, diretor presidente do Observatório Nacional de Segurança Viária e o Antônio Geraldo da Silva, presidente da Associação Brasileira de Psiquiatria.

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

Mar 22, 2022
#58 Voluntariado e Educação
2244

Está na Constituição Federal: “Educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.”  Ensinar é conhecer e dar dignidade ao outro. E esse processo tão bonito de reconhecimento de outras existências e interesse pelo próximo não precisa acontecer apenas em ambientes formais.


Para nos inspirar a ser voluntários na luta por uma educação melhor para todos os brasileiros recebemos Angela Dannemann,  que já foi diretora executiva da Fundação Victor Civita e hoje é CEO do Itaú Social. Ouvimos também a experiência da Mariana Gama de Amorim, professora e coordenadora do cursinho Pré-Acadêmico Portal UFPE.


A Rafa Carvalho nos explicou o que precisamos saber e fazer para nos tornar voluntários. Para muitos especialistas do terceiro setor, o principal fator é o comprometimento. Ou seja, incluir o trabalho voluntário na sua rotina sem que ele se torne um peso ou obrigação. Para saber que tipo de conhecimento você deve ter, antes de tudo é preciso entender em qual setor vai atuar e quais os requisitos da organização com a qual vai fazer essa parceria. No fim das contas, o melhor é se informar bem antes antes de buscar um trabalho que tenha a ver com você.


A Duda Schneider, no Merchan do Bem, indicou as barras de cereais e frutas da Nestlé em parceria com a Gerando Falcões. O primeiro produto social da Nestlé no mundo foi uma cocriação da marca com os jovens da ONG que vivem em favelas da região metropolitana de São Paulo. As barrinhas estão disponíveis nos sabores banana e canela e coco, e podem ser compradas no Empório Nestlé com valor sugerido de R$4,85. Desse valor, 100% do lucro será destinado para a Gerando Falcões para apoiar o projeto Favela 3D.


Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---


Conheça o Instituto MOL:
Site: institutomol.org.br
Instagram: instagram.com/InstitutoMOL
E-mail: contato@institutomol.org.br

Mar 15, 2022
#57 As mulheres e o terceiro setor
2312

As mulheres ocupam a maior parte dos postos de trabalho das OSCs (65%, de acordo com o IPEA). Elas também são quem mais doa e quem mais faz trabalho voluntário. Alguns podem argumentar que é pela “inclinação natural” das mulheres a se preocuparem e cuidarem dos outro… Mas será mesmo? O que leva tantas mulheres a buscarem o terceiro setor?

Nesse Dia Internacional da Mulher, Julia Caldas, superintendente executiva da FUNDAMIG — Federação Mineira das Fundações e Associações de Direito Privado de Minas Gerais e Nanda Soares, fundadora e diretora da Conectidea (coletivo de design e marketing para o terceiro setor) se juntam a nós para celebrar e refletir. As duas são coautoras do manifesto “A Força das Mulheres no Terceiro Setor”.

Ouvimos também a experiência da Graziella Comini, coordenadora do Centro de Empreendedorismo Social e Administração do Terceiro Setor da FIA — Fundação Instituto de Administração e professora da FEA/USP. Além da participação da Ana Flávia Godoi, fundadora e CEO da Conexão Captadoras.


A Rafa Carvalho nos explicou o que significa equidade: um conceito que prega pela igualdade e equilíbrio entre diferentes partes. Sempre lembrando que igualdade e equidade não são a mesma coisa. Se igualdade é dar o mesmo tratamento para todo mundo, equidade é ter um olhar mais atento, cuidadoso e generoso, enxergando onde existem lacunas que criam abismos sociais entre as pessoas. Equidade é colocar na balança todas as nossas deficiências e privilégios e, a partir disso, garantir oportunidades de forma equilibrada e justa para o máximo de pessoas.


A Duda Schneider, no Merchan do Bem, indicou a Rider R Next que faz parte do projeto Fazedores do Futuro da Rider, uma parceria com o estilista Ronaldo Silvestre e as costureiras do Instituto ITI. O Instituto ITI é uma organização social que tem como objetivo impactar positivamente a vida das pessoas em situação de vulnerabilidade da cidade de Itabira, em Minas Gerais. Através das mãos das talentosíssimas costureiras do Instituto e da visão criativa do Ronaldo, o modelo icônico da Rider foi reformulado, ressignificando os pares e trazendo um upcicling para toda a sua produção.


Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Para conhecer o projeto Mulheres Negras e Gestoras, citado pela Nanda no episódio, clique aqui!


---


Conheça o Instituto MOL:
Site: institutomol.org.br
Instagram: instagram.com/InstitutoMOL
E-mail: contato@institutomol.org.br

Mar 08, 2022
#56 A próxima geração de doadores
1881

Mudar o mundo demanda tempo, energia e envolve muita gente. São necessárias várias gerações trabalhando juntas em busca de mais justiça social. Mas como garantir que as doações sempre aumentem com o passar do tempo? Uma das saídas possíveis é ensinar desde cedo sobre a importância da gentileza e da generosidade, formando uma nova geração de doadores!

Quem nos conta tudo sobre o assunto é a Marina Pechlivanis, publicitária, sócia-fundadora da agência Umbigo do Mundo, professora universitária, autora de vários livros, e criadora e mantenedora da Plataforma de Educação para a Gentileza e a Generosidade Dia de Doar Kids.

A Rafa Carvalho nos explicou o que são os pledges: compromissos públicos firmados por pessoas com muita visibilidade — e muito dinheiro — que se comprometem a doar a maior parte da sua fortuna ainda em vida. Essas pessoas costumam fazer uma carta aberta, e se filiar a movimentos que auxiliam no cumprimento dessa promessa.

A Duda Schneider, no Merchan do Bem, indicou a cerveja Sempre Juntos do Zé Delivery.  Essa cerveja tem um gostinho especial em seu puro malte: 100% da renda é revertida para a CUFA — Central Única das Favelas, para ajudar famílias em situação de vulnerabilidade por causa das fortes chuvas dos últimos meses. 


Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:
Site: institutomol.org.br
Instagram: instagram.com/InstitutoMOL
E-mail: contato@institutomol.org.br

Feb 22, 2022
#55 Clique para doar: botões de doação em apps
1950

Os aplicativos de celular facilitam muito a nossa vida: dá para pedir comida, pagar contas, ouvir música, ver vídeos... enfim, uma infinidade de funções e possibilidades, tudo a um clique de distância. São ferramentas que estão na palma da mão e atingem milhões de pessoas simultaneamente. Agora imagina colocar um botão ou uma funcionalidade que permite doações dentro de aplicativos. Imaginou? Pois é, esse pode ser o próximo grande salto da filantropia, a doação na boca do caixa repaginada pela tecnologia.

Conversamos com Láislla de Gouveia, coordenadora de projetos socioambientais do iFood — que é um dos aplicativos que prevê a doação na hora que você fecha um pedido. Ah, e atualizando aqui os dados citados pela Láislla durante a entrevista: já foram doados R$ 10 milhões por mais de 800 mil pessoas desde que o botão de doação na sacola do iFood começou a funcionar! Ouvimos também a experiência do Aziz Camali, co-fundador da Orgânico Solidário, uma das organizações beneficiadas pelo botão no aplicativo.

A Rafa Carvalho nos explicou a importância da transparência e da prestação de contas para organizações da sociedade civil. Não só porque estamos falando do dinheiro de outra pessoa que foi entregue a nós com o objetivo de ajudar uma causa, mas também por causa da confiança que esse ato envolve. E a Duda Schneider indica no Merchan do Bem a linha Folha Imperial da Granado, criada em parceria com a SOS Mata Atlântica, que vai doar 5% do total das vendas para a conservação e restauração do bioma.

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:
Site: institutomol.org.br
Instagram: instagram.com/InstitutoMOL
E-mail: contato@institutomol.org.br

Feb 15, 2022
#54 Organização da sociedade civil: história e futuro
2165

As organizações da sociedade civil fazem um trabalho muito importante! Não é de hoje que elas reúnem muita gente indignada (no bom sentido!) que arregaça as mangas e faz, olhando para aqueles que ficam à margem e pensando novas perspectivas e soluções para problemas complexos.

Para honrar esse trabalho tão importante e falar sobre o passado, presente e futuro das OSCs, conversamos com Domingos Armani, sociólogo e mestre em ciência política. Ele atua desde 1997 como consultor na área de desenvolvimento social e institucional, com longa experiência na condução e assessoria para processos participativos junto a organizações da sociedade civil, órgãos públicos e instituições internacionais.

A Rafa Carvalho, que agora cuida do nosso glossário, nos explicou qual é a diferença entre ONG e OSC. O termo ONG (Organização Não Governamental), apesar de muito usado, não existe no ordenamento jurídico brasileiro. Por isso, o Marco Regulatório da Sociedade Civil, de 2014, criou o conceito jurídico de OSC (Organização da Sociedade Civil), para regular as parcerias das ONGs com o poder público. As OSCs são entidades e grupos nascidos da livre organização e da participação social da população, que desenvolvem ações de interesse público sem visar ao lucro. Na prática, os dois termos significam a mesma coisa, mas as OSCs atendem aos requisitos legais do Marco para poder receber verba pública seguindo metas que visam uma devolutiva social.


A Duda Schneider, no Merchan do Bem, indicou a marca Oriba de moda masculina. Fundada por três amigos, ela nasceu com um propósito muito claro: apoiar a educação das crianças brasileiras.  Atualmente, a marca está com um projeto chamado 1% para educação em parceria com a UNICEF. A ideia é que 1% de todo o faturamento da empresa seja destinado para projetos de educação infantil. Incrível, né? Quando a marca nasce com um propósito tão forte, ele é realmente levado para sempre!

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

Feb 08, 2022
#53 O que significa justiça social?
2269

Dia 20 de fevereiro é o Dia Mundial para a Justiça Social, data estabelecida pela ONU para nos lembrar da importância desse tema. Mas você sabe o que é justiça social? Para além do combate à pobreza e desigualdade, o termo fala de ações e estratégias dos governos, instituições de terceiro setor e da sociedade civil para de fato fazer essa luta acontecer.


Para nos contar mais sobre o assunto, recebemos a Graciela Hopstein, coordenadora-executiva da Rede de Filantropia para a Justiça Social, que apoia e promove iniciativas de justiça social, direitos humanos e cidadania. Ouvimos também a experiência da Maria Antônia Dezidério, estudante de direito que participou do projeto Parlamento Jovem Brasileiro.

A Rafa Carvalho, que agora cuida do nosso glossário, nos contou o que significa justiça social. Se for para resumir em uma frase, dá para dizer que justiça social representa um conjunto de ações que tentam solucionar o problema da desigualdade na nossa sociedade. Esse compromisso é assumido em geral pelos diversos governos, por organizações da sociedade civil e até mesmo por algumas instituições privadas.

A Duda Schneider, no Merchan do Bem, indicou os shampoos em barra da B.O.B que até 26 de novembro de 2022 tem 0,5% do seu faturamento revertido para a WWF Brasil em apoio a projetos de regeneração e preservação da natureza. Os produtos, além da doação, são opções mais sustentáveis para o cotidiano: não precisam de plástico para existir e não desperdiçam água para produzir.

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

Feb 01, 2022
#52 Matchfunding: quando a doação gera mais doação
2446

Quando a gente fala em finanças pessoais, todo mundo sonha com aquele investimento em que você vai colocar R$100 e vai render 3 vezes o valor… São promessas tentadoras que, sabemos, não funcionam assim. Mas no social isso existe! As campanhas de matchfunding multiplicam aquilo que você doa e fazem o projeto social receber muito mais. 


Quem nos falou tudo sobre essa prática foi a Tati Leite, empreendedora social, cofundadora da Benfeitoria, uma das plataformas mais tradicionais dentro do campo do crowdfunding no social. Ouvimos também a experiência do Wagner Silva, coordenador de Fomento e Apoio a Agentes e Causas da Fundação Tide Setubal, e do Marco Augusto, coordenador da Companhia Voar Teatro de Bonecos.

A Rafa Carvalho, que agora cuida do nosso glossário, traduziu para gente o que é matchfunding: o termo surgiu da junção de duas palavras em inglês — match (combinação) e funding (financiamento). Em português, também se usa o termo “financiamento misto”. São financiamentos coletivos de projetos que combinam o investimento de pessoas físicas com empresas, fundações, institutos ou até com o poder público. A ideia é que, para cada valor doado por uma pessoa, a empresa ou organização também aporte recursos para potencializar o projeto. Em geral essa doação é 1 para 1, ou seja, se você doa R$1, a empresa também doa R$1, dobrando a captação. Mas há variações, para mais ou para menos. 


A Duda Schneider, no Merchan do Bem, indicou a campanha: O Amor é Retrô e Nunca Sai de Moda, da Brastemp. Nela, a cantora Pabllo Vitar narra histórias de amor e orgulho inspiradas em relatos reais inspirados por seus seguidores. Para coroar a campanha, o frigobar clássico da marca ganhou a edição limitada Retrô Pride inspirada em algumas das cores contidas na bandeira LGBTQIA+ e possui todo o lucro das vendas revertido para a Casa Neon Cunha, uma organização da sociedade civil que presta serviços de atendimento psicológico, além de nivelamento educacional e articulação de redes a pessoas LGBTQIA+ e seus familiares. Caso o produto tenha esgotado quando você escutar esse episódio, já vale a campanha para a Brastemp lançar novamente!


Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

Jan 25, 2022
#51 Qual o PIX para doar?
2002

Já faz quase um ano que essa nova forma de pagamento eletrônico deu as caras aqui no Brasil. No começo, a gente só ouvia falar, parecia um negócio muito sofisticado, uma sigla que lembrava aqueles impostos malucos que surgem de quando em quando. Mas, de repente, caiu na boca do povo: tudo é PIX! Faz um PIX aí! Segue o PIX!

Para falar do uso dessa ferramenta para fazer doações, chamamos o João Paulo Vergueiro, diretor executivo da ABCR — Associação Brasileira de Captadores de Recursos, professor de Responsabilidade Social Corporativa na FECAP e conselheiro da Kibô-no-Iê e da Fundação Amor Horizontal. Ouvimos também a experiência da Maria Fiorio, uma das organizadoras do Mudando Fluxos e da Marina Brugioni, fisioterapeuta que começou a usar o PIX para doar.

A Rafa Carvalho, que agora cuida do nosso glossário, nos explicou o que é PIX: um sistema de pagamento criado pelo Banco Central, que tem, como grande diferencial, fazer transferências automáticas em até dez segundos. Dá pra fazer vários tipos de transações financeiras com PIX, envolvendo pessoas físicas, comércios, empresas, órgãos do governo e ONGs. Hoje todo banco ou fintech com mais de 500 mil contas é obrigado a oferecer esse serviço.  E se você já se perguntou o que significa PIX, talvez fique decepcionada ou decepcionado, mas não é uma sigla. O nome foi escolhido pelo Banco Central porque lembrava coisas como tecnologia, transações e pixels.


A Duda Schneider, no Merchan do Bem, indicou a parceria entre a Raus Café e o Movimento Arredondar. Além dos cafés serem especiais, com sabores exclusivos e rastreabilidade da lavoura até a embalagem, a cada pacote de café vendido na loja e no site, um real é destinado ao apoio de causas sociais. A marca também doa 1% das vendas realizadas na loja. As organizações apoiadas são Instituto Terra e Serta, que promovem desenvolvimento sustentável e proteção ao meio ambiente.


Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Para doar para o projeto Mudando Fluxos, que distribui absorventes para pessoas em situação de vulnerabilidade tanto em Vitória, no Espírito Santo, quanto em Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul é só fazer um PIX para mudandofluxos@gmail.com


---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

Jan 18, 2022
#50 Pets que doam
2041

A cultura de doação é tão inclusiva que pode ser praticada até por eles: os pets. Além de tempo, conhecimento e dinheiro, você (junto com o seu bichinho) podem doar fofura e carinho! 


Para nos contar como é a rotina de um pet doador, conversamos com a Katia de Martino, veterinária comportamental do Instituto Cão Terapeuta. Ouvimos também a experiência da Silvana Fedeli Prado, psicanalista e fundadora da ONG Patas Therapeutas. 

A Rafa Carvalho, que agora cuida do nosso glossário, nos explicou o que é intervenção assistida por animais: qualquer modelo que use os bichinhos para mediar um método de terapia, oferecendo cuidados tanto para melhora da saúde quanto da qualidade de vida ou até a educação das pessoas que são atendidas. Pode ser aplicada e tem bons resultados em diversos públicos: crianças, idosos, pacientes hospitalares ou quem sofre com algum tipo de doença, distúrbio ou deficiência, seja físico ou psicológico. Vale dizer que esse é um método complementar. Apesar de ser tão prazerosa, essa relação com o bichinho não é suficiente como terapia, e muito menos como cura.


A Duda Schneider, no Merchan do Bem, indicou os produtos sociais da Petz em parceria com a Editora MOL. Os produtos são lindos, acessíveis e tem parte desse valor revertido para organizações sociais. Já são mais de R$ 2 milhões doados para as ONGs de protetores de animais beneficiados pelo Adote Petz, projeto social que já ajudou mais de 56 mil pets a encontrarem um lar. Em geral, a cada três meses tem produto novo sendo comercializado nas lojas da rede.


Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

Jan 11, 2022
#49 Como incluir a doação no planejamento financeiro?
2526

Caiu o salário e você já corre para fazer a divisão: 50% para despesas fixas, 30% para lazer, 20% para investimentos… E a doação? Onde ela entra no nosso planejamento financeiro? Como fazer para tornar o investimento social parte da rotina de todo o mês? A verdade é que, se planejar direitinho, todo mundo doa!
 
Para nos dar todas as dicas de como nos planejar para doar, conversamos com a Julia Mendonça, influenciadora digital de finanças pessoais e educação financeira. Ouvimos também a experiência do Douglas Meira, que doa sempre para as mesmas organizações e da Lídia Guerra Brito, que a cada mês doa para uma instituição diferente.
 
A Rafa Carvalho, que agora cuida do nosso glossário, nos explicou o que é doação recorrente:  uma doação de previsão mensal, ou seja, que acontece a cada 30 dias. Ela é super importante para o planejamento das contas de uma ONG e também para a manutenção das atividades da organização. Você pode programar a doação no seu cartão de crédito, no débito automático ou até mesmo em contas de consumo. O importante é não deixar de contribuir escolhendo uma organização em que você confia! 


A Duda Schneider, no Merchan do Bem, indicou a campanha #praquemmenstrua da Needs em parceria com a UNICEF. A cada absorvente da marca vendido, parte do valor será destinado para um projeto que visa contribuir com a dignidade menstrual de comunidades vulneráveis de Belém do Pará. A expectativa é de impactar pelo menos oito escolas, que atendem mais de 1.600 alunos, capacitar 80 gestores e profissionais da educação e entregar 16 novos pontos de água e saneamento para as comunidades. Uma iniciativa completa que visa combater esse problema tão grande no Brasil que é a pobreza menstrual.


Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

A organização em que a mãe da Julia atua como diretora é a Universidade Livre do Esporte que promove a educação e inclusão através do esporte.

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

Jan 04, 2022
#48 Retrospectiva 2021
2038

2021 foi um ano esquisito: com o prolongamento da pandemia, parece que 2020 nunca terminou. Os meses ficaram muito parecidos com tantos dias de isolamento social, tantas crises e notícias sempre iguais. Mas, no setor social, algo mudou: enquanto 2020 foi o ano da doação, 2021 acomodou essa situação, já não tão extrema. Ainda assim, houveram grandes lições para a gente refletir para o nosso futuro próximo.

Para reviver os melhores — e piores — momentos deste ano para a filantropia, recebemos Joana Mortari, que é advogada, filantropa, co-fundadora e líder do Movimento por uma Cultura de Doação e Conselheira do Instituto MOL.


Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Para quem quiser saber mais sobre a Pesquisa Doação Brasil, basta acessar o site: pesquisadoacaobrasil.org.br
Vale escutar também o episódio #39 A Nova Pesquisa Doação Brasil, com Paula Fabiani, diretora-presidente do IDIS — Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social.

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

Dec 28, 2021
#47 Contos de um Natal solidário
1435

O cheirinho de panetone está no ar e as luzinhas coloridas piscam por todos os lados! Então, é Natal! E o que você fez pelo Natal de quem não tem Natal? São diversas possibilidades: sacolas entre amigos, festas solidárias, adotar uma cartinha para o Papai Noel, levar refugiados para passar o Natal em casa, ceia social…

Para você escolher qual Natal solidário combina mais com você, a gente convidou quem já faz essas ações. Ouvimos a Daniela Castro, coordenadora nacional da campanha Papai Noel dos Correios, e a Helena Medeiros, psicóloga e voluntária da ONG Patinhas Carentes. Além do Charles Leite, presidente da APEGA — Associação Pernambucana de Grupos de Apoio à Adoção. Por fim, ouvimos a dupla Roberto Martins e Igor Diovany, fundadores da ONG Amigos do Reino.

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

Dec 21, 2021
#46 Como unir projetos e financiadores?
2619

De um lado, projetos sociais precisando de investimento. Do outro, empresas que querem aplicar seu dinheiro em atividades que realmente gerem impacto. Não tem como dar errado, né? Mas, muitas vezes, falta um meio de campo e a tecnologia pode ajudar muito a fazer esse encontro acontecer.

Para falar sobre isso, chamamos o Thiago Alvim, fundador e diretor-executivo do Prosas, plataforma que auxilia justamente os dois lados a fazer essa ponte de forma mais prática e eficiente. Ouvimos também a experiência do Raphael Mayer, sócio-fundador da Simbiose Social, plataforma criada para ajudar a democratizar o acesso aos recursos liberados via leis de incentivo e onde as empresas conseguem buscar projetos que estejam alinhados às suas demandas.

A Rafa Carvalho, que agora cuida do nosso glossário, nos explicou o que são as leis de incentivo. Com elas, o governo brasileiro abre mão de parte dos recursos que receberia de uma empresa ou pessoa física: o dinheiro é direcionado para uma causa que esteja alinhada diretamente com o investidor e que pode ter um impacto importante para a sociedade. Vale lembrar que, da parte dos projetos, ser aprovado dentro de uma lei de incentivo fiscal não é garantia nenhuma de financiamento. Na maior parte das vezes, a garantia é a chance de correr atrás de um financiamento — trabalho feito exclusivamente por quem está propondo os projetos.

A Duda Schneider, no Merchan do Bem, indicou a expansão Some emotions are forever, do game Horizon Chase. A expansão foi produzida em parceria com a Senna Brands, que é a empresa que cuida do licenciamento e legado do Ayrton Senna, e possui parte da renda revertida aos programas educacionais apoiados pelo Instituto Ayrton Senna. O jogo está disponível em todas as plataformas de games!


Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

Dec 14, 2021
#45 O que são as expedições voluntárias?
2329

As férias chegaram, mas em vez de passar o dia na praia, você vai trabalhar duro! Um novo jeito de viajar tem atraído quem procura, além de experiências, fazer o bem nas suas férias. É o volunturismo!
 
Para nos explicar como funcionam as expedições voluntárias, entrevistamos Karina Oliani, médica, atleta, apresentadora de TV e fundadora do Instituto Dharma. Ouvimos também a experiência da Carla Zafon, médica e parte do time dos Médicos Sem Fronteiras.

A Rafa Carvalho, que agora cuida do nosso glossário, nos explicou o que é volunturismo. Essa forma de turismo, que vem se popularizando nos últimos anos, consiste basicamente em viajar o mundo, fazendo trabalhos voluntários.

A Duda Schneider, no Merchan do Bem, indicou os pijamas da Linha Natureza da marca Mensageiro dos Sonhos. Ao adquirir esses produtos, parte do valor é destinado para a ONG catarinense Espaço Silvestre, que reabilita e reintegra animais à natureza. Além de lindos, os pijamas vão fazer dormir com a consciência tranquila de ter contribuído para um mundo melhor!

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

Dec 07, 2021
#44 Quando uma cidade inteira doa
1374

Com o final do ano chegando, as datas comemorativas começam a ocupar a cabeça das pessoas. Uma que não pode ficar de fora é o Dia de Doar! Para entender a alma desse momento de celebração e mobilização do terceiro setor escutamos as experiências de pessoas que mobilizam cidades (e até o estado) inteiras: são as campanhas comunitárias!

Ouvimos a Thaís Beldi, coordenadora do Doa Sorocaba e a Zilá Moreira, do Doa Araçatuba. Além do Renan Sartori, vereador que propôs o projeto de lei que coloca o Dia de Doar no calendário oficial de Gramado e da Ulla Ribeiro Araújo, do Movimento Doa Sergipe. Por fim, tivemos a Lídia Pimenta, do Doa Rio Verde.

A Rafa Carvalho, que agora cuida do nosso glossário, nos deu mais informações sobre o Dia de Doar. O movimento nasceu nos Estados Unidos em 2012 para promover a generosidade entre as pessoas, criando conexões entre elas e suas causas do coração. Hoje, ele está presente em mais de 75 países, em todos os continentes. No Brasil, a primeira edição foi em 2013.

A Duda Schneider, no Merchan do Bem, indicou a coleção Be Proud, produzido pelo Instituto Renault em parceria com o projeto social Supera. São 12 produtos com temática LGBTQIA+ — a cada produto vendido, 15% do valor pago é revertido para o Grupo Dignidade, uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos pioneiro na promoção da cidadania de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, intersexuais (LGBTI+) no Paraná.

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o podcast do Doa Sorocaba, em parceria com o instagram  Drops of Action e o projeto Empresas do Bem: Os Incomodados que se Mexam.

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

Nov 30, 2021
#43 Especial IDIS, com Eliana Sousa Silva
1857

Cada vez mais ouvimos falar de institutos e fundações comunitárias: associações que atuam em prol de um território geográfico limitado: um bairro, cidade ou região. Mas como será que isso funciona na prática?

Entrevistamos Eliana Sousa Silva, a fundadora e diretora da ONG Redes da Maré, que compartilhou conosco suas experiências. Também contamos com a presença de Paula Fabiani, diretora-presidente do IDIS — Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social.

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Para acessar o livro que apresenta a trajetória da Redes da Maré no combate a pandemia de COVID-19, acesse aqui.
Se preferir, você pode baixar gratuitamente em formato Kindle aqui.

---


Para quem deseja saber mais sobre institutos e fundações comunitárias, e conhecer exemplos de outras organizações que atuam para o desenvolvimento de territórios, acesse o site www.transformandoterritorios.org.br

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

Nov 23, 2021
#42 Como medir impacto social?
2354

Você sabia que é possível medir o impacto social de uma organização de forma pragmática? Existem ferramentas que transformam percepções e sorrisos em dados, informações, gráficos e indicadores.
 
Entrevistamos Raquel Altemani, gerente de projetos no IDIS — Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social, que nos explica quais são as opções das organizações que querem se aventurar no universo das avaliações de impacto. Ouvimos também a experiência da avaliação de impacto do Programa Guri com o diretor pedagógico da Santa Marcelina Cultura, Paulo Zuben.

A Rafa Carvalho, que agora cuida do nosso glossário, nos explicou o que é impacto social. Apesar da falta de uma definição única, pode ser entendido como as transformações que acontecem na vida de quem participa dos projetos sociais.

A Duda Schneider, no Merchan do Bem, indicou o Bolo Sonho do Luca, da rede Bolo da Madre. O bolo sabor sonho (massa de pão de ló e creminho de baunilha) doa uma quantia fixa de 2 a 4 reais para a Associação Acorde, instituição que acolhe crianças e jovens em situação de risco e/ou vulnerabilidade na periferia de Embu das Artes.  Você pode comprar o seu nas lojas físicas ou por delivery, no IFood! É uma delícia e ainda faz o bem!

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

Nov 16, 2021
#41 Quem doa é mais feliz?
2132

Voltamos, pessoal! Que felicidade voltar a bater esse papo de toda semana!  A 2ª temporada do Aqui se Faz, Aqui se Doa! já começa com uma pergunta daquelas: Será que quem doa é mais feliz? Resposta curta: sim! Resposta longa: só ouvindo o episódio!

Entrevistamos o neurologista e divulgador científico Ricardo Teixeira para saber o que a ciência tem a nos dizer sobre o assunto. Ouvimos também a experiência do voluntário e doador Tiago Silva, o Mochileiro pela Educação.

A Rafa Carvalho, que agora cuida do nosso glossário, nos explicou o que é dopamina, hormônio liberado quando realizamos atos de generosidade.

A Duda Schneider, em seu quadro de nome novo — Merchan do Bem — indicou a Coleção Maracanã, da Key Design em parceria com a Play for a Cause. Pulseiras confeccionadas com partes da rede do gol do estádio e com parte dos lucros revertidos para instituições que trabalham com esporte e educação. São só 500 unidades, então corre para garantir a sua!

Esse podcast é uma realização do Instituto MOL, com apoio de Movimento Bem Maior, Morro do Conselho Participações e Ambev, com divulgação do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Nov 09, 2021
#40 O que aprendemos sobre cultura de doação em 40 episódios?
1665

O clima de nostalgia invadiu o estúdio! A primeira temporada do podcast Aqui Se Faz, Aqui Se Doa! está chegando ao fim! Depois de quarenta semanas conversando sobre cultura de doação, Artur Louback e Roberta Faria fazem uma retrospectiva dos episódios mais ouvidos e convidam Duda Schneider e Rafa Carvalho, nossas colunistas, para responder uma rodada relâmpago estendida.

O podcast faz uma pausa, mas a segunda temporada já está confirmada! Voltamos em novembro com mais papos sobre os mais diferentes aspectos que envolvem esse ato de solidariedade que é doar.

Como bem finalizou o Artur: "Então diga que valeu! O nosso amor valeu demais!" Valeu demais pela companhia até aqui! Nos encontramos em breve! E se a saudade apertar muito, aproveita para escutar de novo o seu episódio favorito, compartilha e marca a gente! Vamos adorar saber :)

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior, com o apoio do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Aug 31, 2021
#39 A nova Pesquisa Doação Brasil
1895

A Pesquisa Doação Brasil 2020 está no ar! Você já pode consultá-la aqui.

Considerado o mais importante estudo sobre doações feitas por indivíduos no Brasil, a Pesquisa foi coordenada pelo Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social e realizada no início de 2021, refletindo as ações e o comportamento dos doadores ao longo de 2020. A última edição tinha sido conduzida em 2015 e era ela que vivíamos citando. Agora, temos dados novos e fresquinhos de um levantamento bem completo do perfil do doador brasileiro, que ajuda muito o terceiro setor a se planejar e também aponta caminhos de melhoria nesse cenário.

Quem contou tudo foi Paula Fabiani, diretora-presidente do IDIS. Um bate-papo repleto de dados e análises com a Roberta Faria e o Rodrigo Pipponzi que, finalmente, dividiram o microfone por aqui.

Para quem ouvir todos os dados e resolver fazer sua parte da cultura de doação, nossas colunistas Duda Schneider e Rafaela Carvalho trazem dicas valiosas! A Duda, que toda semana indica algum produto que só de colocar no seu carrinho de compras já ajuda uma organização ou projeto — os produtos sociais — sugeriu o Movimento Faça Parte Matercard. Lançado em 2020 para atuar no combate à fome e amparar comunidades carentes, o objetivo era arrecadar 2 milhões de refeições; ao final foram arrecadadas 5 milhões. A ação se estendeu para 2021: para fazer parte basta usar Mastercard Débito nas transferências via Whatsapp — a cada transação, 2 centavos são doados, até atingir o limite de 150 mil de refeições que serão entregues para as organizações Ação da Cidadania e Visão Mundial. Já a Rafa deu uma dica pra quem não tem dinheiro e quer apoiar a cultura de doação: divulgar sua ONG preferida! Corre lá no nosso instagram e deixe nos comentários do post dessa semana a ONG do seu coração!

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior, com o apoio do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Aug 24, 2021
#38 A filantropia no mundo dos games
1969

Depois de quase 50 anos do lançamento do 1º videogame, o mercado de jogos mudou muito e as competições eletrônicas (ou e-sports) contam com atletas profissionais. Os canais de distribuição de vídeos fizeram outra profissão relacionada ao universo gamer surgir: os streamers. Com uma capacidade enorme de se comunicar com um público grande e jovem enquanto mostram seus jogos, participam de partidas e ensinam o passo a passo, eles também angariam doações — que não são baixas. Quem são esses novos players do mundo da doação? Como a filantropia entrou nesse espaço de lazer frequentado por jovens e com comunidades engajadas?

Para desvendar esse universo, nós convidamos o Tiago Xisto, publicitário e CEO da Vivo Keyd, uma das mais tradicionais equipes de e-sports do Brasil, criada em 2010. Ouvimos também o Leonardo Kuhn, um jovem streamer que sempre fazia lives para arrecadar doações e ajudar sua família e seu irmão mais novo, portador de esquizofrenia e, uma noite, foi surpreendido por uma doação inusitada.

A mobilização do universo gamer em torno de causa demonstra que a cultura de doação pode estar em todos os lugares e alcançar todas as pessoas! Inclusive aquelas que dizem "mas eu não tenho dinheiro". Toda semana, a Rafa Carvalho traz aquela diquinha para quem está super a fim de doar, mas não necessariamente as moedas do bolso. A estratégia é atrair mais gente para a sua causa transmitindo partidas dos jogos que gosta: você se diverte, entretém as pessoas e ainda consegue arrecadar grana para a instituição do seu coração. O jogo nem precisa ser eletrônico — dá para transmitir aquela incrível partida de tabuleiro. Pode ser muito legal estabelecer metas com as pessoas, além de buscar ganchos interessantes (como aquele seu amigo que acabou de abrir uma vaquinha ou ONG que está precisando urgentemente de doações) e ter um roteiro com algumas informações: o que te motivou a pedir doações para essa causa, até quando a pessoa pode doar, o que vai ser feito com o dinheiro. Hoje, com o PIX, fica até mais fácil :)

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior, com o apoio do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Aug 17, 2021
#37 Voluntários e causas: deu match!
1842

Já ouviu a palavra do voluntariado hoje? É a melhor indicação que você pode dar para quem sempre fala que "queria ver como a doação chega na ponta" ou “queria muito ajudar, mas não tenho dinheiro para isso”. Toda semana, nossa colunista Rafaela Carvalho dá uma dica de doação sem dinheiro e esse episódio é todinho para quem está sem um tostão no bolso, mas tem uma causa do coração. Ou para quem até tem dinheiro, mas queria sentir que faz a diferença colocando a mão na massa. 

Quem nos contou tudo sobre doar tempo, energia e conhecimento, foi o empreendedor Daniel Morais Assunção, fundador e diretor executivo do Atados, plataforma que faz o match entre ONGs e voluntários, e também do Abraço Cultural, escola de idiomas e cultura em que refugiados são professores. Ele coleciona diversos prêmios, inclusive, o Prêmio Empreendedor Social da Schwab Foundation e da Rede Folha de 2014. Ouvimos também a experiência de Allan Fernandes, que começou em grupos religiosos, e depois seguiu atuando desde a causa infantil, brincando com crianças em creches, passando pelo auxílio à pessoas em situação de rua e por visitas à pacientes em hospitais. A Juliana Fleury, CEO voluntária da ASEC, a Associação pela Saúde Emocional de Crianças, também contou a sua experiência.

Outra forma de fazer a diferença, além de ser voluntário, é consumir produtos sociais — aqueles em que parte do que você paga é revertido para uma causa ou organização social. A Duda Schneider, que toda semana traz sugestões, dessa vez nos contou da Lojinha do Nubank. A iniciativa é nova e chegou com a coleção Pride: uma linha limitada de cadernos e porta-cartões com as bandeiras do movimento LGBTQIA+. O lucro é doado para a ONG TODXS, que empodera a comunidade LGBTQIA+ e busca transformar o Brasil em um país mais inclusivo e sem discriminação.

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior, com o apoio do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Aug 10, 2021
#36 Como doar para o jornalismo?
2156

Notícias se tornaram onipresentes no nosso cotidiano. Com a multiplicação de telas e de redes sociais, somos bombardeados por informações a todo o momento. Contudo, não é só a quantidade de notícias que importa e sim a qualidade delas: a gente já falou aqui de fake news e como elas afetam as doações — é importante estar sempre atento para não acabar caindo em alguma informação falsa. Além dos veículos de imprensa mais tradicionais, é interessante olhar para iniciativas de jornalismo independente: são portais que têm o seu conteúdo aberto, sem paywall, e que muitas vezes se sustentam através de doações. Por não possuírem amarras com anunciantes, conseguem dar enfoques ausente nos grandes veículos e se encaixam com o conteúdo que seu público gosta e entende ser necessário consumir. 

Para conversar sobre esse novo jeito de fazer jornalismo, convidamos a jornalista Verena Paranhos, gerente de produtos e comunidades da AzMina, portal de comunicação feminista criado em 2015 por um coletivo de jornalistas feministas para fomentar a informação e tecnologia pela igualdade de gênero. Ela nasceu de uma campanha de financiamento coletivo, e o projeto foi crescendo para campanhas, como a Carnaval sem Assédio, livros, cursos, prêmios e a fundação de seu próprio instituto. Ouvimos também o Moriti Neto, fundador e editor do O Joio e o Trigo, um projeto sobre comer como ato político criado em 2017 que conta com portal, podcast e newsletter.

Um país com liberdade de imprensa é um país mais consciente. E para que a consciência possa estar também no nosso consumo, toda semana a nossa querida colunista Duda Schneider traz uma dica de produto social: um produto de impacto positivo para o mundo, que você compra e doa. Dessa vez, ela nos contou como apoiar o Jornal Plural — um jornal independente de Curitiba, financiado por assinatura mensal. Um dos fundadores da iniciativa, o cartunista Benett, também criou uma loja virtual com artes exclusivas e toda renda gerada vai para a manutenção do portal. A nossa outra colunista, Rafa Carvalho, que toda semana traz dicas para os doadores que dizem "mas eu não tenho dinheiro", sugeriu não uma, mas três dicas para quem está com a grana mais apertada: doe seu tempo e conhecimento para ajudar a diferenciar o que é fato e o que é mentira, não compartilhe o conteúdo falso (aposte no print com aviso enorme), e doe paciência e energia conversando com aquela pessoa que caiu em uma lorota com calma.

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior, com o apoio do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Aug 03, 2021
#35 Como contar boas histórias e inspirar doações
1836

O ser humano sempre contou histórias. Seja para divertir, seja para educar, as histórias estão por aí nos livros, nas telas de cinema, nos podcasts e, claro, nas redes sociais. Com tanta gente falando, a competição por atenção ficou bem maior do que quando as histórias eram narradas em volta da fogueira. Mas a verdade é que a história é só a pontinha de um iceberg: para ter aquele fator uau, ela precisa ter um significado mais profundo, uma mensagem. E aí que está o pote de ouro das ONGs: elas tem histórias, porque trabalham com pessoas, e tem mensagens profundas, porque trabalham com causas. Mas como saber se aquela é a história certa?  E como reverter isso em doação? 

Para nos mostrar o caminho das pedras para um bom storytelling, convidamos o Marcelo Martins: formado em Propaganda e Marketing pelo Mackenzie, fez carreira na indústria de cosméticos e perfumaria por 13 anos. Conheceu o Vicente Carvalho (que já esteve por aqui no episódio 9) e, em 2014, eles se tornaram sócios co-fundadores do Razões para Acreditar, o maior portal de conteúdo positivo do Brasil e da VOAA, plataforma de financiamento coletivo do Razões. Ouvimos também Daiana Campiolo, diarista e mãe do João Bernardo Terra, um rapazinho que emocionou uma série de pessoas e mudou a história da família inteira.

Essa semana, a nossa colunista Duda Schneider, que sempre traz dicas de algo que você pode consumir e parte da renda é revertida para tornar o mundo um lugar melhor, nos contou uma novidade: o livro “O que eu aprendi até agora", primeiro produto social fruto da sociedade entre Razões para Acreditar e Editora MOL. São 50 postais ilustrados e destacáveis com conselhos inspiradores de pessoas que já viveram mais de 50 anos. Para cada unidade vendida, um livro infantil da MOL será doado para crianças beneficiadas pelo VOAA (vaquinha do Razões) e para ONGs apoiadas pela MOL. Quem adquirir na pré-venda, até 15/08/2021, ganha brinde e frete grátis para todo o Brasil. 

Agora, se você é daqueles que diz "mas eu não tenho dinheiro", toda semana a nossa colunista Rafa Carvalho não te deixa na mão e traz também uma sugestão de doação sem colocar a mão no bolso. Essa semana, ela convida você para conhecer o Instituto História Viva — a ideia é simples: voluntários vão a lares de idosos escutar histórias de vida, depois essas narrativas são levadas para crianças em orfanatos e hospitais. Essas crianças fazem um desenho ou escrevem um texto sobre a história que ouviram, que são levadas de volta para os idosos. Para além do trabalho da ONG, você também pode doar ouvidos e atenção para escutar as histórias de vida que estão à sua volta

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior, com o apoio do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Jul 27, 2021
#34 Especial IDIS, com Marc Tawil
1887

Empresas devem se conectar com causas, mas como comunicá-las? E a percepção dos consumidores do engajamento das empresas? Mudou? E os funcionários das organizações: como influenciam e são influenciados pelas causas que uma marca apoia? Para responder essas perguntas conversamos com Marc Tawil, jornalista com 26 anos de  experiência, 18 deles em grupos como Globo, Estadão, Jovem Pan e Band. É estrategista de Comunicação, Nº 1 LinkedIn Top Voices e duas vezes TEDxSpeaker. Colunista de Época Negócios, podcaster da Jovem Pan e Visa do Brasil, é Master Expert pela HSM University e Instrutor Oficial do LinkedIn Learning. Contamos também com a participação de Paula Fabiani, diretora-presidente do IDIS, o Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social.

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Jul 20, 2021
#33 A proteção de dados no terceiro setor
2111

Que atire a primeira pedra quem nunca, ao se deparar com uma situação nova, deu uma de avestruz. Quando a gente não sabe lidar, é muito tentador enfiar a cabeça dentro da areia e fingir que nada está acontecendo. Se essa novidade é uma legislação, o buraco é ainda mais embaixo: no Brasil é muito comum ouvirmos falar das leis que pegam e leis que não pegam, e nessas últimas a tática do avestruz é tentadora. Mas, a partir de agosto de 2021, ela não será (como nunca é) a forma mais indicada para tratar de uma questão importantíssima e que é um pleito antigo da sociedade: a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). As discussões a respeito dela acabam focando muito em empresas e nos governos, mas Organizações da Sociedade Civil também serão afetadas: além de uma questão legal, tem a questão social de cunho moral envolvida — quem está no setor social tem que se preocupar em primeiro lugar.

Para nos ajudar com esse tema tão complexo e desvendar o que as OSCs devem fazer para se adequar à lei, nós convidamos a Laís de Figueiredo Lopes, advogada-sócia de Szazi, Bechara, Storto, Reicher e Figueirêdo Lopes Advogados, escritório de advocacia especializado no Terceiro Setor. A Laís é especialista em LGPD e está apoiando muitas ONGs nesse processo. Ouvimos também a Gabriela Yamaguchi, Diretora de Sociedade Engajada da WWF-Brasil sobre como a ONG está se adaptando para cumprir os requisitos da LGPD.

Agora, se você quer fazer uma compra em um lugar que garante a proteção dos seus dados e ainda doa parte do dinheiro da venda dos produtos, está no lugar certo! A nossa colunista Duda Schneider, que toda semana traz uma dica de produto social, sugeriu uma visita à loja online da WWF: lá tem camisetas, copos reutilizáveis, bichinhos de pelúcia — tudo com a renda revertida para auxiliar no trabalho da ONG de proteção ao meio ambiente. Quem também tem uma super dica é a Rafa Carvalho, nossa colunista que toda semana traz sugestões para quem diz "mas eu não tenho dinheiro!". Ela voltou das suas férias já chamando as pessoas para a ação: se você é alguém que entende de proteção de dados, doe o seu conhecimento — seja ajudando pessoas a proteger melhor seus dados pessoais, ou oferecendo um serviço pro bono para alguma organização da sociedade civil.

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior, com o apoio do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Jul 13, 2021
#32 Esporte e filantropia, com Ana Moser
1845

Depois de mais de um ano de espera, ocasionada pela pandemia de COVID 19, eles estão chegando: os Jogos Olímpicos de Tóquio! De 23 de julho a 8 de agosto poderemos ver atletas de mais de 38 modalidades dando um show nessa que é uma das competições mais aguardadas do calendário esportivo. Sendo assim, o assunto não podia ser outro que não o esporte — causa do coração de muita gente e que, além de mover paixões, promove inclusão social e faz a diferença na vida de várias pessoas. 

Para conversar sobre essa que é uma de suas causas mais amadas, nosso host Artur Louback convidou seu amigo e sócio Rodrigo Pipponzi e os dois estenderam o tapete vermelho para receber Ana Moser: medalhista olímpica pelo vôlei brasileiro, medalhista mundial, pan-americana, pelo mundial de clubes, pelo Grand Prix e que há vinte anos comanda o Instituto Esporte & Educação, que atua com formação de professores e atendimento a crianças e adolescentes em atividades esportivas. É sócia fundadora do Todos pela Educação, da Atletas pelo Brasil e da Rede de Esporte pela Mudança Social e já foi premiada pela Ashoka, pela Rede Empreendedores Sociais Folha e pelo Trip Transformadores.

Ouvimos também o depoimento do professor Wellington Reis, educador físico, envolveu-se com o projeto Empresto Minhas Pernas, que conta com voluntários que empurram cadeirantes em caminhadas e corridas de rua, permitindo que eles participem de algo que nunca imaginaram fazer. O voluntariado pode ser uma ótima opção para quem diz "mas eu não tenho dinheiro", mas não é a única! Nossa colunista Rafa Carvalho continua de férias, então o Artur trouxe uma ótima sugestão: o aplicativo KM solidário, em que você corre no seu tempo, na sua cidade, e eles buscam patrocínio para que a sua corrida seja suficiente para gerar doação. Outra maneira de ajudar é consumir produtos que contribuem para levar o esporte para mais pessoas, e para você nem precisar gastar um tempinho a mais na pesquisa para encontrar um, nossa colunista Duda Schneider traz dicas semanalmente. Dessa vez, ela nos contou da campanha super emocionante da Centauro sobre a Aída dos Santos e que acabou na criação de um uniforme em tiragem limitada com renda revertida para a Centauro Transforma, programa de responsabilidade social da empresa que, atualmente, apoia 13 OSCs. O uniforme esgotou super rápido! Mas a boa notícia é que você pode se cadastrar em uma lista de espera e, quem sabe, mais pra frente garantir o seu! Ah, e o Artur também deu uma dica de uma espécie de produto social: a Wings for Life World Run, corrida organizada pela Red Bull que acontece todos os anos. Você larga com milhares de pessoas ao redor do mundo ao mesmo tempo e vai correndo até um carrinho, que eles chamam de catcher car, te alcançar. 100% do valor da inscrição vai para pesquisas sobre a medula espinhal e a cura da lesão medular. Durante a pandemia, ela aconteceu através de um aplicativo — vale ficar de olho de como serão as próximas edições e fazer sua inscrição!

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior, com o apoio do InfoMoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.orb.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

---

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Jul 06, 2021
#31 Os fã-clubes doadores
1710

"Espelho, espelho meu, existe alguém que tenha um fã-clube mais engajado que o meu?"
Talvez seja essa a pergunta que os membros do BTS, grupo sul-coreano de k-pop, se fazem todos os dias ao acordar. Os ARMYs (como são chamados os membros do fandom) não são engajados apenas para enaltecer seus amados artistas: eles também se mobilizam para atuar em causas sociais. A verdade é que não é raro que artistas tenham causas do coração e acabem mobilizando seus fãs em torno delas: Lady Gaga e a comunidade LGBTQI+, Angelina Jolie e os direitos humanos, Emma Watson e o empoderamento feminino... Mas e quando o movimento surge de dentro do fandom? Como explicar que pessoas unidas pelo amor à uma banda ou artista se mobilizem em torno de outras causas que nada têm a ver com o objetivo primário de estarem ali?

Para tentar responder a essas perguntas conversamos com a Myllena Nolasco, jovem ARMY, uma das fundadoras do ARMY Help The Planet e coordenadora de todas as ações filantrópicas do fã-clube da BTS aqui no Brasil. Ouvimos também a Priscila Ishizaki, professora, fã do BTS e doadora do ARMY Help The Pantanal, campanha que rendeu ao ARMY Help the Planet o prêmio da Benfeitoria de Financiamento Coletivo na categoria ambiental.

Para quem gostou do começo desse texto porque sabe todas as falas dos filmes de princesa e é fã do universo Disney, a Duda Schneider tem a sugestão perfeita de produto social — aquele produto que você compra e uma parte do dinheiro é revertida em apoio à uma causa. Essa semana, a dica foram os produtos da ONG OrientaVida licenciados pela Disney: a organização tem um programa de capacitação de mulheres que vivem em situação de vulnerabilidade em atividades artesanais e são essas mesmas mulheres que produzem os produtos que você encontra aqui e aqui. Mas se você está em uma fase de não ter muito dinheiro, não diga "let it go" (como a Elsa) para a doação: toda semana, nossa colunista Rafaela Carvalho traz uma solução para você ajudar o próximo sem precisar colocar a mão no bolso. Essa semana, a Rafa está em suas merecidíssimas férias, mas nem por isso você fica sem sugestão: o frio está chegando e é sempre bom lembrar da Campanha do Agasalho que ocorre em várias cidades do Brasil com pontos de coleta em locais de fácil acesso. Você pode, inclusive, mobilizar a sua rede de contatos e criar o seu “fandom da doação”: basta juntar vários casacos, meias e cobertores e fazer a diferença na vida de uma pessoa que está com frio. 

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior, com o apoio do InfoMoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Jun 29, 2021
#30 Como engajar para causas específicas?
2189

No mundo das doações existe um debate quase filosófico: é melhor doar para uma causa que vai impactar milhares de pessoas ou olhar para algo que ninguém está olhando? A pergunta é retórica: não tem hierarquia de sofrimento ou de valor para causa, mas é fato que doar tem tudo a ver com empatia, e quanto menos proximidade a gente tem com uma causa, mais difícil de enxergar o sentido e a importância em colaborar com ela. Surge então a questão: como organizações que atuam em causas muito específicas fazem para engajar pessoas além do público naturalmente interessado?

Para nos ajudar a responder conversamos com a Verônica Stasiak, psicóloga, especialista em psicologia clínica, mestranda em ciências farmacêuticas, fundadora e diretora executiva do Unidos pela Vida – Instituto Brasileiro de Atenção à Fibrose Cística, ONG que desenvolve projetos de comunicação, educação, pesquisa e advocacy sobre essa doença também conhecida como “doença do beijo salgado.” Ouvimos também a Patrícia Mendes, presidente da DII Brasil – Associação Nacional dos Portadores de Doenças Inflamatórias Intestinais: Doença de Crohn e Retocolite Ulcerativa, organização formada por membros voluntários que trabalha pela garantia da qualidade de vida das pessoas que convivem com a Doença de Crohn e com a Retocolite Ulcerativa em todo território nacional.

Se você acha que é difícil doar para causas específicas, a nossa colunista Duda Schneider te mostra que, na verdade, é bem fácil! Ela trouxe a dica não só de um, mas de dois produtos sociais (lembrando sempre que produtos sociais são aqueles que revertem uma parte do dinheiro arrecadado para organizações da sociedade civil): a loja da ONG Jardim das Borboletas, associação criada para auxiliar pessoas com Epidermólise Bolhosa ou outras doenças de pele raras; e a loja da Abraço a Microcefalia, organização criada em 2016 por mães de crianças com Microcefalia e outras malformações congênitas no sistema nervoso central! Agora, se a sua dificuldade é não ter dinheiro, nossa outra colunista Rafaela Carvalho veio te salvar, como faz semanalmente com sugestões de doação que não envolvem quebrar o cofrinho. A ideia dessa semana é muito simples: olhar para o seu feed das redes sociais e buscar seguir pessoas que são de fora das causas que você apoia — existem uma série de existências que ainda precisam ser legitimadas e a sua atenção e divulgação é muito importante!

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Jun 22, 2021
#29 Como captar recursos com anúncios online?
1867

As pessoas raramente passarem da primeira página de buscadores, não é novidade. Mas como fazer para ficar ali nos primeiros resultados e garantir o clique? Ou melhor: quais são as palavras certas para gerar engajamento do usuário? Porque o segredo são elas: as palavras. A maioria esmagadora das pesquisas nos buscadores começa a partir de palavras-chave, e nomear bem o conteúdo da sua organização pode fazer toda a diferença para garantir que alguém conheça o seu trabalho e faça uma doação. 

Para nos contar como transformar cliques em retorno financeiro e tirar nossas dúvidas sobre SEO (Otimização de Mecanismo de Busca) entrevistamos a Marina Abramowicz, jornalista com experiência com marketing digital — certificada pela Google como especialista em campanhas de marketing na Rede de Pesquisa, Rede de Display, em campanhas de vídeo do YouTube e em métricas do Google Ads — e fundadora da Malka Digital

Conversamos também com o Rodrigo Kuyumjian, head de negócios de impacto social da Adyou — uma rede social que promete conectar pessoas a marcas e causas sociais. A ideia é popularizar o hábito da doação entre os mais jovens, através da conversão do cashback dos apps em ativos que podem ser direcionados para ONGs. É uma excelente opção para quem diz "mas eu não tenho dinheiro" e, além dessa, a Rafaela Carvalho, nossa colunista, traz mais uma sugestão, especialmente interessante para quem trabalha com 300 abas abertas: o Tab for a cause. O Tab é uma extensão para navegador que faz com que cada aba que você abre gere dinheiro (através de anúncios) para ser doado para uma organização escolhida por você dentre as dez com as quais eles tem parceria! E se das suas abas abertas, algumas forem para fazer compras, a Duda Schneider deu uma dica bem legal: o selo Camisetas Mudam o Mundo da Chico Rei que, desde 2019, garante que parte da renda da camiseta que você compra seja direcionada a um projeto de impacto social. É um jeito de ficar na moda, se expressar com camisetas com frases divertidas e ainda ajudar o próximo!

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Jun 15, 2021
#28 Como doar para reflorestar?
1888

O noticiário ambiental tem sido desalentador: queimada no Pantanal, recorde de desmatamento na Amazônia, o avanço do garimpo ilegal, plantio de soja e criação de gado em áreas de conservação. Os dados são muito tristes e mexem com a gente, mas podemos pensar de outra perspectiva: são realidades contornáveis. É possível replantar, reflorestar, reverter esse quadro! Para isso funcionar é necessária a união de todos: empresas, ONGs e, claro, doadores.

Para nos explicar qual a importância de reflorestar e o que é a compensação de carbono recebemos a Victoria Bastos, coordenadora do Programa de Mudanças Climáticas do Idesam, uma organização da sociedade civil que atua há mais de 15 anos na Amazônia buscando formas sustentáveis de aliar a conservação da floresta e a renda de populações vulneráveis da região. Como inspiração para começar a parte prática, ouvimos o relato da Cândida Morales Boemeke, fomentadora cultural que faz doações recorrentes para diversas entidades que realizam projetos de reflorestamento: S.O.S Mata Atlântica, Black Jaguar Foundation, Idesam, Ipê.


Os projetos citados no programa em que você doa para plantar uma árvore são: Projeto Semeando Água, Clube Farm, projeto Amigos da Mata e Black Jaguar Foundation. Para calcular quantas árvores você precisa para ser Carbono Neutro, clique aqui.

E se você gosta de trabalhos manuais, pode investir também em um kit da Made by you: são linhas, agulhas e um guia para você produzir diversos produtos — além de incentivar uma moda sustentável, a cada kit comprado, uma árvore é plantada em parceria com o Projeto Coral de Minas. A dica é da Duda Schneider que toda a semana indica produtos sociais para você comprar algo legal e ainda fazer uma doação. Mas se você não tem dinheiro, nem paciência para trabalhos manuais, a Rafaela Carvalho tem uma sugestão para você: o aplicativo/extensão de navegador Forest. Com ele você escolhe um tempo em que quer focar em uma tarefa, o aplicativo bloqueia janelas que podem te trazer distrações e planta uma muda virtualmente — se você conseguir permanecer focado, sua mudinha vira uma árvore e, ao longo de vários ciclos, você constrói uma pequena floresta virtual. No processo você também vai ganhando moedinhas que, à partir de uma quantidade, podem ser usadas como doação para o plantio de uma árvore real, graças à parceria do Forest com o Trees for the future. Assim, você melhora a sua produtividade e melhora também o meio ambiente!

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça a MOL:

Site: editoramol.com.br

Facebook: facebook.com/EditoraMOL

Instagram: instagram.com/EditoraMOL / instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Jun 08, 2021
#27 Como estrangeiros doam para o Brasil?
2048

A gente sempre ouve falar sobre a tentativa de governos e empresas em atrair investidores internacionais, mas e doadores? Será que tem quem faça questão de doar para o Brasil? 

Para nos contar como anda a imagem do país no exterior quando falamos de arrecadar doações recebemos a estadunidense Rebecca Tavares, doutora em educação pela Universidade de Harvard e CEO da BrazilFoundation, que conecta projetos brasileiros a doadores internacionais.

Convidamos também a Fabiana Prado, Gerente do Projeto LIRA (Legado Integrado da Região Amazônica), para explicar como a paralisação pelo governo brasileiro do repasse de verbas do Fundo Amazônia afetou os projetos em andamento. Criado em 2008, o Fundo tem como objetivos: captar doações para investimentos em ações de prevenção; monitoramento e combate ao desmatamento; e promoção da conservação e do uso sustentável da Amazônia Legal. O principal doador é o governo norueguês, seguido da Alemanha e da Petrobrás — você também pode contribuir por aqui*. Ainda na temática da proteção da biodiversidade, a Duda Schneider indicou como produto social da semana a Havaianas IPÊ: um dos primeiros produtos sociais do Brasil, lançado em 2004, já vendeu mais de 14,3 milhões de pares e arrecadou mais de 8 milhões de reais. Além de ser mais uma forma de estrangeiros doarem para o Brasil, já que o chinelo está disponível em mais de 100 países. Mas se o seu cofrinho está vazio, você ainda pode contribuir para a cultura de doação seguindo as sugestões da Rafa Carvalho que, essa semana, trouxe os sites Worldpackers e Workaway que conectam pessoas e ONGs ao redor do mundo para intercâmbios voluntários! A ONG fornece alimentação e alojamento e o voluntário, sua força de trabalho. Além de ser uma forma de ajudar quem precisa, a iniciativa promove também trocas culturais que são extremamente valiosas!

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

*com a paralisação do repasse de verbas para o Fundo Amazônia, ele não está recebendo doações nesse momento. Indicamos aqui o site da BrazilFoundation que, nesse momento, está repassando as doações do Fundo para o projeto Amazônia Sempre. Vale também entrar no site do Fundo Amazônia, conhecer as iniciativas que eles já apoiaram, e buscar formas de contribuir.

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Jun 01, 2021
#26 O que faz um diretor de impacto social?
1879

Você trocaria uma coroa por um cargo no mundo corporativo? Foi exatamente o que fez o príncipe Harry: além de chocar o mundo com a sua saída da família real britânica, apresentou a todos um novo cargo: CIO — Chief Impact Officer — ou, em bom português, Diretor de Impacto Social. Mas o que, exatamente, faz um Diretor de Impacto Social? Será que o surgimento desse cargo indica uma tendência corporativa, para além dos diretores de sustentabilidade ou de responsabilidade social que nós já vemos por aí?

Para explicar como esse cargo funciona na prática chamamos o Jef Martins, diretor de comunicação e impacto social da agência de publicidade Leo Burnett, que tem mais de 14 anos de experiência na área de comunicação. 

Ouvimos também Maria Izabel Toro, Gerente de Investimento Social na RD RaiaDrogasil S/A, sobre filantropia dentro das empresas e a estudante de química Ana Carolina Oliveira, de 23 anos, que repensou sua relação com produtos de higiene e faz parte de uma nova geração de consumidores que veem o engajamento das marcas em ações de impacto socio-ambiental como algo importantíssimo na hora de escolher o produto que irão consumir.

E se assunto é consumir com consciência, não podia faltar a indicação de produto social da Duda Schneider: essa semana, nossa colunista falou da #TOGETHERBAND, uma coleção de 17 pulseiras representando os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) feitas de material reciclável — a cada unidade vendida, 1kg de lixo é retirado dos oceanos, uma árvore é plantada e, claro, 100% do lucro é revertido para a causa apoiada por aquela pulseira. E para quem diz "mas eu não tenho dinheiro" a Rafa Carvalho deu uma dica de doação super acessível: doar atenção! Como é isso? Muito simples! Toda vez que você for comprar um produto, joga na internet para ver se aquela empresa se preocupa com o impacto que está causando na sociedade e no ambiente. Assim, você compra o que precisa e ainda faz parte do movimento em busca de um mundo melhor!

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

May 25, 2021
#25 Especial IDIS, com Luiza Trajano
1640

O que mudou no engajamento de líderes empresariais e suas empresas durante a pandemia? Quais as expectativas para o futuro? O que as empresas estão fazendo? O que podem fazer? Para responder essas perguntas conversamos com Luiza Helena Trajano, Presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza e do Grupo Mulheres do Brasil. Contamos também com a participação de Paula Fabiani, diretora-presidente do IDIS, o Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social.

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Alinhado com o propósito de promoção da igualdade de gênero, o Magazine Luiza em parceria com Maria da Penha, Avon, Patrícia Galvão, Natura, Hospital Albert Einstein, Sodexo e Atento criaram a cartilha Vamos meter a colher sim para auxiliar empresas na implantação de um canal dedicado ao combate da violência contra a mulher. São 5 passos que podem fazer toda a diferença! Lembrando que se você é uma mulher em situação de violência ou testemunhas de violência contra mulheres, ligue 180 para denunciar.

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

May 18, 2021
#24 Doação não é descarte: bazares e responsabilidade
1711

Você olha para aquela peça de roupa antiga, para aquele móvel que está pegando poeira na garagem, e resolve que é hora de desapegar e doar. Mas será que tudo pode ser doado? Infelizmente, muita gente confunde o ato de doar com descarte daquilo que não pode mais ser aproveitado. Tantas carências e a miséria avançando à passos largos fazem pensar que tudo bem doar qualquer coisa, mas não é por aí: precisamos ser doadores responsáveis.

Para conversar sobre esse assunto — e também explicar um pouco de como funcionam os mega-bazares — chamamos o Rubens Oliveira, Gerente de Doações e Logística da Casas André Luiz, que realiza há mais de 70 anos um trabalho de atendimento a pessoas com deficiência. 

Ouvimos também a jornalista Carolina Marcondes, doadora recorrente de roupas, móveis e eletrodomésticos para o Exército de Salvação, sobre a sua experiência e a importância da transparência no processo. Para auxiliar no processo de doação a Associação Beneficente Santa Fé elaborou um guia que pode ser conferido aqui. Um dos pontos do guia é pensar para quem vai a sua doação, algumas instituições que trabalham com bazares em São Paulo, além das Casas André Luiz e do Exército da Salvação são: GRAAC, AACD e Unibes.

Essa semana, tivemos indicações para ficar na moda e ainda ajudar o mundo — dois brechós online! A Duda indicou o bazar da Troc como produto social: maior brechó online do Brasil, a Troc disponibilizou espaço para que influenciadoras criem seus próprios bazares e revertam o lucro da venda para instituições que elas apoiem. E a Rafa indicou para quem não tem dinheiro (mas tem muita roupa parada no armário) a iniciativa Sacolas do Bem do brechó online Repassa: você recebe em casa uma sacola, enche com as roupas que não usa mais e envia para o Repassa que separa, dá nova vida para a roupa e vende; você recebe 60% do valor e pode usar esse saldo para fazer compras com desconto ou doar para ONGs parceiras.

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

May 11, 2021
#23 Como doar para combater a fome?
2095

Buraco no estômago, vazio - muitos são os eufemismos para falar da fome. Mas a comida é uma necessidade tão básica que mesmo quem nunca sentiu fome de verdade, consegue se sensibilizar. Ela está na base de todos os problemas: sem comer não há atividade possível. Hoje, no Brasil, quase 60% da população brasileira não tem o que comer, segundo dados do Grupo de Pesquisa Alimento para a Justiça — a proporção é de quase um para um: para cada pessoa que tem o que comer, existe outra que não tem.

Para falar desse cenário, e também de iniciativas que tentam amenizar essa realidade chamamos a economista Luciana Quintão, fundadora e presidente da ONG Banco de Alimentos e autora do livro Inteligência Social – A Perspectiva de um Mundo sem Fome(S).

Ouvimos também Douglas Belchior, articulador e porta-voz da campanha "Se tem gente com fome, dá de comer" que pretende alimentar 223 mil famílias em periferias, favelas, palafitas, comunidades ribeirinhas e quilombos, em todo o território nacional. E como quem tem fome, tem pressa, existem diversas outras iniciativas para a doação de alimentos: Panela Cheia, Ação Emergencial Amigos do Bem, Brasil Sem Fome - Ação pela Cidadania, Instituto Gastromotiva. Se a busca for por ações direcionas para uma região específica vale a pena olhar o Para Quem Doar, iniciativa da Rede Globo, e também o Família Apoia Família, da Benfeitoria.

Como produto social da semana, a Duda indicou o livro "51 ideias para economizar na sua casa/51 ideias para economizar no seu negócio", parceria entre a Editora Mol e o Roldão Atacadista. Já como forma de doação sem dinheiro, a Rafa incentivou a formação de mutirões de arrecadação de alimentos: vale juntar os vizinhos e colocar panfletinho no elevador ou então participar na distribuição de quentinhas — ação que muitas instituições vêm fazendo desde o início da pandemia.

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

May 04, 2021
#22 Como arrecadar doações sem eventos sociais?
2107

Parte importante dos recursos arrecadados pelas ONGs provém de eventos presenciais: jantares, festas juninas, bazares, entre outros. Mas, passado um ano do início da pandemia, quais saídas foram encontradas pelas instituições? Como elas lidaram com a falta dos recursos oriundos de eventos sociais? Como se adaptaram? Esse é o assunto da entrevista com Débora Borges, gerente de Relacionamento com a Sociedade do Fundo Brasil de Direitos Humanos. Durante a conversa, citamos dados da pesquisa realizada pela Mobiliza e a Reos Partners, que você confere aqui.

Ouvimos também a experiência da Dirce Shimomoto, presidente da Kibô-no-iê, que usou a criatividade para manter as doações na pandemia. Citamos também várias iniciativas de doação: Para Quem Doar, a votação do Prêmio Empreendedor Social e o fundo da OMS (Organização Mundial da Saúde) para combater a pandemia em todo o mundo.

A Duda indicou a Movimente-se, corrida solidária organizada pelo Hospital Pequeno Príncipe. E a Rafa indicou a criação de um bazar online para ONGs que querem arrecadar recursos, e aos doadores sem dinheiro, tornar-se porta-voz de uma organização ou de uma causa, sempre com as informações na ponta da língua. 

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Apr 27, 2021
#21 Como doar imposto de renda?
2129

Todo ano é a mesma correria: a gente sabe que é obrigatória a declaração do imposto de renda, mas a verdade é que sempre fica alguma coisinha pra última hora, como achar um documento ou comprovante. Só que embora todo mundo saiba que precisa declarar o imposto, a maioria não sabe que é possível destinar parte dele para causas sociais. E se pensarmos que mais de 31 milhões de brasileiros declaram Imposto de Renda como pessoas físicas, temos uma enorme capacidade de arrecadação que poderia realmente fazer a diferença. 

Esse foi o tema da entrevista com o Bruno Pessoa, sócio-fundador da Abrace uma Causa, uma empresa de consultoria e tecnologia que conecta empresas e pessoas com o terceiro setor para a promoção de impacto social. Vale conhecer o site deles e, em caso de dúvidas, mandar um e-mail para contato@abraceumacausa.com.br.

Ouvimos também a experiência da Carla Prates, coordenadora de desenvolvimento institucional da Fundação Julita, com a captação de doações via IR, e a experiência do doador Cláudio Ricaldoni.

A Rafa indicou o uso da nota fiscal sem CPF como doação sem dinheiro, e a Duda sugere a campanha Todas Avançam Juntas, das lojas Renner, como produto social da semana.

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Apr 20, 2021
#20 Especial IDIS, com Eduardo Giannetti
2226

Uma conversa sobre filantropia, generosidade, ética e cultura de doação com o professor e economista Eduardo Giannetti, com a participação de Paula Fabiani, diretora-presidente do IDIS, o Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social.

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Apr 13, 2021
#19 O que foi feito com as doações para a Covid-19?
1612

Passado um ano do início da pandemia do novo coronavírus, propomos uma reflexão: o que foi feito com as doações para o enfrentamento da Covid-19, que ultrapassaram R$ 6,5 bilhões segundo o Monitor das Doações da ABCR? Quais organizações foram beneficiadas? Quais ainda precisam de ajuda? O que as empresas aprenderam com suas contribuições?

Pensando nessas questões, o GIFE, Grupo de Institutos Fundações e Empresas, uma associação dos investidores sociais do Brasil, reuniu um grupo de pesquisadores para desenvolver uma série de pesquisas sobre o destino e aprendizados com a onda gigantesca de solidariedade nessa guerra ao vírus. Foram cinco pesquisas chamadas de “Estudos Emergência Covid”, que podem ser consultados na íntegra aqui.

Nesse episódio, conversamos com os pesquisadores Cristina Moura João, Bruno Barroso, Joana Mortari e Marcos Paulo de Lucca Silveira sobre os principais achados desses trabalhos. 

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Apr 06, 2021
#18 Como as religiões enxergam as doações?
1648

Quando falamos de doação, é comum associar esse ato a uma questão religiosa — a própria noção de caridade tem muito a ver com a forma de viver e agir em sociedade que algumas religiões pregam. 

Para entender melhor a relação entre esses dois assuntos, conversamos sobre doação com representantes de diferentes religiões. Participam o padre Dervile Alonso e o Frei Leandro, do Sefras (Serviço Franciscano de Solidariedade), ambos católicos, o pastor evangélico Gustavo da Hora, Suzana Chwarts, professora doutora e livre docente de estudos da Bíblia Hebraica na USP e o professor Luciano Gomes dos Santos, doutor e mestre em Teologia e pesquisador das religiões de matriz africana.

Citamos também os resultados da Pesquisa Doação Brasil, do IDIS, que traçou o perfil do doador brasileiro em 2015.

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br


Mar 29, 2021
#17 Como doar para a ciência?
2440

Que a ciência é fundamental, isso está claro, ainda mais durante uma pandemia. Só que o que a gente mais ouve por aí é sobre corte de gastos públicos com pesquisa... Será que nós não conseguimos também, enquanto sociedade civil, contribuir para a ciência? Como a gente doa para melhorar o conhecimento? Esse foi o assunto da entrevista com Paulo Almeida, diretor do Instituto Questão de Ciência

O episódio conta ainda a experiência do USP Vida, campanha que arrecada doações para as pesquisas sobre a Covid-19 realizadas na Universidade de São Paulo. Conversamos também com a geneticista Lygia da Veiga Pereira, que contou sua experiência na busca de recursos para a condução de estudo para mapear o genoma da população brasileira.

A Duda indicou os produtos da Fashion Masks como produto social da semana. E a Rafa sugeriu a doação de seu corpo para o progresso da ciência como forma de doação sem dinheiro. 

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

---

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br


Mar 22, 2021
#16 O ABC da cultura de doação
1994

Já reparou na quantidade de termos (em inglês, na maioria dos casos) que usamos para falar de cultura de doação? Será que todo mundo entende o que estamos falando...?

Richard Sippli, coordenador de relações institucionais do Movimento Bem Maior, auxilia os hosts Roberta Faria e Artur Louback na tarefa de criar um glossário com os principais termos que envolvem esse universo, de a de advocacy a z de... bom, ouça e você vai descobrir!

A Duda indicou o cashback social da Ame digital como dica de produto social, e a Rafa incentivou a usar mais o nosso bom e velho português e menos os termos da moda, para que ninguém fique de fora da conversa!

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

--

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br


Mar 15, 2021
#15 Como distinguir doação de marketing?
1810

O marketing de causa não é uma má ideia: impulsiona a cultura de doação e ainda gera recursos. Mas e quando o marketing se restringe ao… marketing? Quem confere se a doação foi feita mesmo? Será que as práticas dentro da empresa coincidem com o discurso? E cadê a transparência? Essa é a conversa com o professor Edgar Barki, da Fundação Getúlio Vargas, entrevistado do episódio.

Demos algumas dicas também de como evitar ciladas, sendo consumidor ou empresa interessada em se envolver mais com alguma causa. O IDEC (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) disponibiliza no seu site o guia Mentira Verde, voltado para coibir práticas de greenwashing, ou maquiagem verde. E o Movimento Arredondar lançou um ebook para empresas, o Como Comunicar Causas, que traz sugestões para organizações que querem levantar uma bandeira sem tropeçar no meio do caminho. 

A Duda indicou os produtos (RED) como produto social da semana. Vale conhecer mais a iniciativa e buscar os produtos que chegam ao Brasil.

E a Rafa sugeriu ficar esperto na hora de comprar um produto verde ou socialmente responsável. Pesquisa, pergunte, ligue no SAC, e compartilhe com amigos as boas iniciativas.

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

--

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Mar 08, 2021
#14 O que as empresas ensinam ao terceiro setor?
1899

Sempre ouvimos que as organizações da sociedade civil não são profissionais o suficiente, que falta muito para chegar ao mesmo patamar do setor privado. Só que ninguém precisa chegar lá sozinho, né? Ao invés de pensar em barreiras, que tal construir pontes? Essa é a ideia dos programas de aceleração de ONGs, assunto do papo com a entrevistada Martha Leonardis, sócia e head de responsabilidade social e eventos do banco BTG Pactual, que criou o programa BTG Soma.

Vamos conhecer também a experiência da Abraço Cultural São Paulo, uma das organizações aceleradas pelo programa VOA, da Ambev. Aliás, vale visitar o site do programa, que disponibiliza vários materiais que podem ser úteis para ONGs. O Portal do Impacto da Phomenta também possui conteúdo gratuito e ferramentas para gestão de organizações.

A Duda falou sobre o bazar da Gerando Falcões, uma organização acelerada e que é referência em gestão e captação de recursos. Já a Rafa sugeriu doar a sua qualificação (ou seja, doação de tempo e conhecimento) para ajudar ONGs que estão precisando.

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

--

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Mar 01, 2021
#13 Como agradecer uma doação?
1827

Para quem depende de doações para trabalhar, é preciso prestar contas, mas também expressar nossa gratidão, certo? Como é a melhor forma de agradecer uma doação? Será que essa relação mais próxima com o doador favorece a captação de recursos? Todas essas perguntas são respondidas no nosso papo com o João Paulo Vergueiro, da ABCR (Associação Brasileira de Captadores de Recursos).

O episódio traz ainda o exemplo da campanha do Grupo Luta Pela Vida, que é uma organização que auxilia na manutenção e ampliação do Hospital do Câncer de Uberlândia, em Minas Gerais, que você pode conferir aqui.

E se você quer saber mais sobre CRM e relacionamento com doadores, como o Jonas Araújo explicou, vale buscar pela Trackmob, startup brasileira que desenvolve tecnologia exclusivamente para o terceiro setor.

A Duda indicou os Versinhos de Bem Querer, o delicado e personalizado produto social da Associação Jenipapense de Assistência à Infância, a AJENAI, que atua junto a comunidades rurais do Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais.

E a Rafa sugeriu usar as suas redes sociais para falar das organizações que você confia e fazer propaganda do trabalho dela, mobilizando seus amigos e familiares a contribuírem também!

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

--

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Feb 22, 2021
#12 Como as empresas podem doar?
1949

Não é de hoje que escutamos que as empresas podem e devem fazer mais: podem ser mais sustentáveis, mais justas e mais conectadas com as questões socioeconômicas ao seu redor. É a chamada cidadania corporativa, assunto do nosso papo com o Cássio Aoqui, fundador e CEO da consultoria ponteAponte, especializada em investimento social.

Apresentamos também algumas iniciativas de doação corporativa, como as do Banco Santander, apresentadas por Jandaraci Araújo e Karine Bueno, e da loja Petz, como conta a Carolina Laboissiere.

A Duda falou do projeto 1P=5P, da marca Reserva, que doa alimentos a cada peça de roupa da marca comprada. E a Rafa sugeriu transformar o ambiente de trabalho em um local de doação (seja de sangue, roupas, alimentos, etc) e também exercitar o olhar generoso com os colegas (principalmente os mais novos!) como formas de doar sem dinheiro.

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

--

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Feb 15, 2021
#11 Como doar uma herança?
1975

Você já parou para pensar qual legado quer deixar no mundo? Pois é, quando falamos de herança, nosso primeiro impulso é achar que é assunto de bilionário, mas nem sempre! Conversamos com a advogada Priscila Pasqualin para saber os principais entraves e possibilidades dessa modalidade de fazer o bem!

A Vivian Fasca, do Greenpeace, nos contou que esse tipo de doação ainda é pouco comum no Brasil, principalmente em comparação com outros países no qual a organização atua.

Conhecemos também movimentos como o Generation Pledge, um grupo de herdeiros que se mobilizou para doar em vida parte de sua fortuna e construir uma sociedade melhor desde já!

A Duda indicou fundos de investimento que doam parte de suas taxas de administração para ONGs e aceleradoras sociais. E a Rafa lembrou de uma herança super preciosa com a qual todos podemos nos comprometer, independentemente da conta bancária: a doação de órgãos!

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

--

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Feb 08, 2021
#10 Doação nas escolas
1904

Se na escola aprendemos as operações matemáticas, os adjuntos adverbiais, os rios que cortam o Brasil… Será que também não dá para ensinar desde cedo a doar?

Entrevistamos a Stéphanie Habrich, do jornal Joca, que manja tudo de comunicação com a criançada, e ouvimos também a Marina Pechilivanis, do Dia de Doar Kids, que falou sobre esse engajamento das escolas com a doação.

A Duda sugeriu os produtos da campanha Crer para ver, da Natura, que há 25 anos reverte o valor arrecadado com materiais escolares para melhorar a educação do país.

E já que o assunto é educação, a Rafa indicou a doação de livros didáticos e paradidáticos como forma de ajudar sem dinheiro — e ainda contribuir para a formação de outra pessoa!

Por falar na Rafa, ela também comentou sobre a entrevista com a Asha Curran, CEO do Giving Tuesday, durante o 3º Seminário Doar. Você pode rever esse papo aqui. A Marina Pechilivanis também participou de uma mesa no mesmo evento!

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

--

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Feb 01, 2021
#9 Vaquinhas online: vantagens e riscos
2004

De grão em grão, a vaquinha enche o papo. Espera aí, qual é o ditado mesmo? Nesse episódio, falaremos sobre o poder das pequenas doações para ajudar pessoas comuns em suas dificuldades que parecem invisíveis até que ganhem poder de viralização — e apontaremos quais são os problemas que isso também pode gerar e como desviar deles.

Falamos com o Vicente Carvalho, um dos criadores da VOAA, a vaquinha do site Razões para Acreditar, o maior portal de conteúdo positivo do país. Ele contou como tudo começou e o que eles aprenderam sobre esse modelo de financiamento. 

Conversamos também com a Érica dos Santos, uma estudante que sonha em cursar uma faculdade no exterior, e que para isso recorreu às vaquinhas, e com o designer Bruno Matinata, que já contribui para várias campanhas desse tipo.

A Duda indicou o financiamento coletivo para produção de livros, como os que você encontra no Catarse, como produto social da semana.

E a Rafa compartilhou suas dicas para uma vaquinha que comove e gera engajamento — e que, acima de tudo, preza pela transparência e presta contas do uso do dinheiro.

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

--

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Jan 26, 2021
#8 As pessoas doam mais na emergência?
1596

Em janeiro, a gente já sabe a cara das notícias ruins: chuvas e deslizamentos de terra tomam conta das nossas telas, e milhares de pessoas desabrigadas são deslocadas para áreas mais seguras depois de perder tudo. Nesses lugares, encontram alimentos, roupas e voluntários sempre dispostos a ajudar. Será que a gente se revela mais generoso em situações de emergência?

Conversamos com Julio Cals, presidente da Cruz Vermelha no Brasil, sobre a generosidade e a ajuda nos momentos em que mais se precisa. 

Ouvimos também os relatos da bióloga Karen Sobreira, que trabalhou como voluntária no resgate de animais após os incêndios no Pantanal do ano passado, e da Carla Braganholo Martins, Relações Públicas da Fundação Ecotrópica, que atua há 32 anos na preservação do Pantanal.

A Duda indicou os produtos da Dobra feitos pela artista Gabriellecomdoisl com renda revertida para ajudar a SOS Pantanal

E a Rafa recomendou o voluntariado da Defesa Civil de São Paulo para quem quer ajudar sem dinheiro. Como cada estado tem suas próprias regras, vale conferir como você pode contribuir também!

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

--

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Jan 18, 2021
#7 Existem causas "indoáveis"?
2032

É janeiro, e nós já sabemos o que vamos encontrar nas notícias: deslizamentos de terra, enchentes, acidentes de trânsito em alta... Já virou corriqueiro, mas será que a doação não pode ajudar a mudar esses cenários? Será que algumas causas que têm mais dificuldade de chamar a atenção das pessoas, uma espécie de causa indoável?

Para falar desses temas, conversamos com Flávia Lang, gerente da Tools4ChangeBrasil e fundadora da Pitanga.mob, com a Carla da Nóbrega, que é Diretora de Mobilização de Recursos e Comunicação da Habitat para a Humanidade Brasil e com o Fernando Diniz, da ONG Trânsito Amigo

A Duda indicou os produtos da Pano Social, e a Rafa sugeriu o voluntariado na TETO como forma de ajudar sem colocar a mão no bolso. 

E a sátira do Porta dos Fundos que nós comentamos durante o episódio você pode conferir neste link

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

--

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Jan 11, 2021
#6 Doar está nas suas promessas de Ano Novo?
2342

Todo ano é a mesma história: a gente fica empolgado com a virada e sai prometendo mudar de vida, mas nem sempre traçamos um plano pra fazer aquela promessa sair do papel. Mas esse ano a gente pode fazer diferente! E se esse ano você incluísse na sua lista que quer doar mais em 2021? E, melhor, fizesse um plano para isso?

A Mônica Costa, do blog Grana Pretta, conversou conosco sobre a importância de se planejar desde já para incluir uma boa ação no seu orçamento. Batemos um papo também com a Fernanda Salerno, da Médicos Sem Fronteiras, a maior organização não governamental de ajuda humanitária do mundo que tem na doação mensal seu maior foco de arrecadação.

A Duda nos falou sobre iniciativas de arredondamento de troco, como a Fatura Verde, da SOS Mata Atlântica, e o Visa Causas. Já a Rafa indicou começar o ano limpando os armários e contribuindo para o Exército da Salvação.

Citamos ainda a pesquisa ‘Doador brasileiro: potencial de doação no segmento maturidade’, que você pode consultar aqui.  As mesas do Seminário Doar, inclusive com participação da Mônica, estão disponíveis no YouTube

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

--

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br 

Jan 04, 2021
#5 Especial: Retrospectiva 2020
3203

Sim, 2020 está acabando! Apesar de ser um ano que muitos querem esquecer, há muito o que lembrar (e comemorar!) no que diz respeito à cultura de doação. Conversamos com a Patricia Lobaccaro sobre 12 fatos marcantes do ano, um para cada mês. Será que você lembra de todos? 

Você pode ver o vídeo do Pedro Bial, reproduzido no fim do episódio, aqui. No mesmo canal estão todos os vídeos do Seminário Doar, realizado em dezembro de 2020!

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

--

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Dec 28, 2020
#4 É certo ou errado falar que você doa?
2619

Assunto para a ceia de Natal: será que pega mal mesmo falar sobre doar? Vale perguntar para a família: você doou esse ano? Para quem? Hospitais? Combate aos incêndios no Pantanal? A ONG que fica na sua vizinhança? 

Falamos com Renata Bourroul, consultora técnica da Pesquisa Doação Brasil, do IDIS, produzida em 2015. Aqui você pode consultar todos os dados e conhecer melhor o cenário da doação no país. 

Também conversamos com a Mariane Paduin, que é embaixadora da ONG TETO, organização que constrói casas de emergência para pessoas em situação de risco. 

Ouvimos também o Pietro Pak sobre a campanha da agência Amper para a Fundação Pró-Sangue. Para quem quiser doar sangue, a Rafa indicou o aplicativo Hemovida, que te auxilia na busca pelo hemocentro mais próximo.

A Duda nos lembrou de um produto social pioneiro: a campanha Câncer de Mama no Alvo da Moda, que reverte fundos para o IBCC (Instituto Brasileiro de Controle do Câncer). Na loja da Hering é possível encontrar os produtos. 

E para acompanhar toda a entrevista com o Fábio Porchat e as outras mesas do Seminário Doar, é só entrar no YouTube do Instituto MOL ou do Movimento Bem Maior

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

--

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br


Dec 21, 2020
#3 Doa-se mais no fim do ano?
2231

O Natal é mesmo a época em que as pessoas ficam mais generosas? Quais são os melhores momentos para ouvir um "sim"? É nessa época que o varejo tem recorde de vendas – será que o mesmo acontece com doações?

Conversamos com Rodrigo Alvarez, da Mobiliza, sobre essa "solidariedade natalina" e como arrecadar recursos nessa época. Ouvimos também as contribuições de Kiko Afonso, que falou sobre a campanha Natal sem Fome, organizada pela Ação da Cidadania, da Tammy Allersdorfer, do GRAACC e do Douglas Tsukimoto, da Amigos do Bem.

Por falar em Amigos do Bem, aqui você conhece as Sacolinhas do Bem, citadas pela Rafa, e aqui vê como doar  dinheiro, brinquedos usados e outros itens (ou escreva para doacoes@amigosdobem.org).

A Duda indicou a Casa Reviva para buscar um presente de Natal com causa este ano, além dos cartões de Natal feitos pela Editora MOL que estão à venda nas lojas da Casa Bauducco e na Banca do Bem. E a Roberta mencionou a campanha Compre e Doe, d'O Boticário, além da Feira Preta, que vende produtos de empreendedores negros e ganhou uma loja no Mercado Livre.

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

--

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Dec 14, 2020
#2 Como as fake news afetam as doações?
3882

De boatos sobre ONGs serem organizações criminosas disfarçadas até fraudes na hora de fazer uma boa ação, como as informações falsas agravam as dificuldades de fortalecer a cultura de doação no Brasil? 

Vamos lembrar de alguns casos em que acusações sem fundamento prejudicaram as atividades do Saúde & Alegria e de outras organizações, e também conversar com Ivan Paganotti, do Vaza, falsiane!, sobre as motivações de quem espalha fake news e qual a melhor forma de lidar com elas. 

Aliás, na nossa conversa com o Ivan e ao longo do episódio citamos algumas agências de checagem e outros materiais, então disponibilizamos aqui os links para você consultar :)

Manual de Conduta em Mídias Sociais da Embrapa

Agências de checagem: Aos Fatos, Lupa e Agência Pública, além do Fato ou Fake, do G1, que lançou um bot via WhatsApp para checar conteúdo duvidoso.

The International Fact-Checking Network

AzMina

Água AMA (Produto social indicado pela Duda)

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

--

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Dec 07, 2020
#1 O que a pandemia nos ensinou sobre doar?
2896

Quais lições vamos levar para o futuro da cultura de doação num ano em que todo mundo precisou de ajuda? E como manter o ritmo daqui para frente? Conversamos com Carola Matarazzo, do Movimento Bem Maior, sobre o legado da pandemia e oportunidades para continuar doando nos próximos anos. 

Ouvimos também os insights de João Paulo Vergueiro, diretor executivo da Associação Brasileira de Captadores de Recursos (ABCR), Tati Leite, cofundadora do Benfeitoria, Rodrigo Pipponzi, cofundador da editora MOL, Francisco Nilson Moreira, co-criador do Fome de Música, do diretor de marketing da PicPay Armando Areias e de Joana Mortari, cofundadora do Movimento por uma Cultura de Doação e conselheira do Instituto MOL. 

E se você quiser ajudar e não souber como... não se preocupe! Temos dicas para doações de todos os tipos, inclusive as que não exigem abrir a carteira — bom, ao menos não a sua! Você pode dar um pulo na Banca do Bem ou organizar uma festa pelo Presente Consciente. Ah! E não se esqueça de visitar o site do Instituto Doar e de dar uma passadinha no Seminário Doar, que acontece nos dias 2, 3 e 4 de dezembro com transmissão gratuita e acessível pelo YouTube. 

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

--

Conheça o Instituto MOL:

Site: institutomol.org.br

Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

E-mail: contato@institutomol.org.br

--

Movimento Bem Maior:

Site: movimentobemmaior.org.br

Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

Instagram: instagram.com/portalbemmaior

E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

Dec 01, 2020